Jacaré capturado perto da penitenciária Dr. Pio Canedo em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


As equipes da Polícia Militar de Meio Ambiente e do Corpo de Bombeiros encontraram na segunda-feira, 11 de dezembro, um Jacaré-de-papo-amarelo. O animal estava em uma comunidade próxima a penitenciária Dr. Pio Canedo, em Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

O réptil de cor esverdeada tem a barriga amarelada, o focinho largo e achatado. Ele pode medir até três metros de comprimento, tem hábitos noturnos e durante o dia formam grupos para tomar sol.

Yara Lacerda Sarmento

Ele se alimenta de peixes, aves e mamíferos. O período reprodutivo acontece entre os meses de janeiro e março, quando ocorrem grandes enchentes dos rios. As fêmeas põem entre 30 e 60 ovos por ninhada.

A espécie pode viver até 50 anos. É ecologicamente importante porque fazem o controle biológico de outras espécies de animais, pois se alimentam dos animais mais velhos e fracos que não conseguem escapar de seu ataque.

Além disso, suas fezes servem de alimento a peixes e outros seres vivos aquáticos. Em Pará de Minas o animal encontrado tinha 1,70m de comprimento. Estava bem alimentado e em com bom estado de saúde.

Yara Lacerda Sarmento

De acordo com o médico veterinário Idael Christiano de Almeida Santa Rosa, esses animais já foram comuns na região e infelizmente desapareceram. Apenas alguns jacarés surgem, o que mostra uma reação da natureza:

Idael Christiano de Almeida Santa Rosa
jacareencontradoidael1

Quando se deparar com um Jacaré-de-papo-amarelo o cidadão não precisa se alarmar. Basta deixá-lo quieto e se o animal estiver caminhando para uma área de risco, acione o Corpo de Bombeiros:


Idael Christiano de Almeida Santa Rosa
jacareencontradoidael2

Atualmente os jacarés-de-papo-amarelo fazem parte da lista de animais em extinção do O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Isso ocorre principalmente devido a destruição do habitat natural dos répteis e à poluição dos rios.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!