Promotor alerta que na esperança de receber da Copasa, paraminenses erram dados cadastrais e atrasam pagamento

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o ano passado os consumidores paraminenses estão ansiosos para receber uma quantia em dinheiro da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). A estatal restituirá valores cobrados a mais nas contas de água entre os meses de setembro de 2012 a abril de 2015.

Após ação impetrada pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) através da Promotoria de Meio Ambiente da Comarca de Pará de Minas, a Copasa está obrigada a devolver 40% do valor pago para tratamento de esgoto no período.

Cerca de 34 mil consumidores serão ressarcidos e no dia 2 de março teve início, por meio do site da estatal, o cadastramento destes proprietários de imóveis. Somente nos três primeiros dias, mais de cinco mil cadastros foram realizados e outros 400 agendamentos feitos. Quem não tem conta bancária ou não concorda com os valores, poderá comparecer a um posto da Copasa que será montado na cidade a partir de segunda-feira, 16 de março.

No primeiro dia o site ficou instável e segundo a Copasa, seria pela quantidade de acessos simultâneos. No fim da tarde do dia 2 de março, os paraminenses conseguiram acesso ao link, mas muitos ainda não receberam o e-mail de confirmação do cadastro, com valor e data a ser pago. Estas informações, segundo a Copasa, chegariam em até cinco dias úteis por e-mail.

O Portal GRNEWS entrou em contato com a assessoria de comunicação da estatal mas os questionamentos ainda não foram respondidos.

Já o promotor de Meio Ambiente Delano Azevedo Rodrigues explica ao Portal GRNEWS que as pessoas ainda têm dúvidas e muitos cadastros têm sido feitos com dados errados ou faltosos.

Em nota ele informa que “Para receber o valor devido, basta o titular da conta de água no período mencionado entrar no link, digitar o seu CPF e informar uma conta corrente de sua titularidade.” O problema é que muita gente informa contas de terceiros e por isso os valores ainda não foram creditados. Em seguida, segundo o promotor, a Copasa creditará o valor da conta corrente.

Delano Azevedo Rodrigues também pede “Muita atenção no preenchimento dos dados, pois há diversos casos em que o crédito não está sendo feito em função de informação incorreta da conta bancária, que, repita-se, tem que ter como titular o mesmo titular da conta de água.

Quem ainda não fez o cadastro pode acessar AQUI.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!