Cidadãos continuam reclamando de pó liberado por siderúrgica e afirmam que SIP não atua dentro das normas ambientais

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em janeiro deste ano os trabalhadores em siderurgia ficaram felizes com o retorno das atividades antiga Cisam, hoje Siderúrgica Industrial Pará de Minas (SIP). Mais de 100 pessoas foram contratadas logo no retorno dos trabalhos, o que ajudou a movimentar o cenário econômico do município.

Para uns o retorno da siderúrgica é motivo de comemoração pois gera mais empregos, mas por outro, o de quem mora próximo ao local, os dias são de tristeza. É que muita gente culpa a SIP pela poluição. Eles denunciam que à noite parece que a siderurgia não utiliza filtros exigidos pela lei ambiental e no dia seguinte, a casa e veículos aparecem pretos de poeira.

Em abril o Portal GRNEWS publicou a indignação de uma moradora do bairro Santos Dumont que não aguentava mais o barulho causado pela siderúrgica. Especialmente à noite, para dormir, só com protetor auricular. A reportagem conversou com a técnica em Segurança do Trabalho da empresa que informou na época que tudo seguia conforme a legislação.

Desta vez, mesmo após conversar com representantes da empresa e nada ser resolvido, moradores dos bairros JK, União, Grão-Pará e Novo Horizonte se uniram e fizeram um abaixo assinado que foi entregue em vários órgãos e entidades para que alguém faça algo por eles.

Wilson Jesus Pereira mora próximo à SIP e está representando os moradores da região. Ele conta os transtornos vividos desde a reativação da empresa:

Wilson Jesus Pereira
wiltonjesuspodasip1

O abaixo assinado foi entregue na Prefeitura e aos vereadores na Câmara Municipal para que o poder público intervenha e resolva a situação dos moradores. Eles querem que uma fiscalização seja realizada para comprovar que a siderúrgica não atua dentro das normas:

Wilson Jesus Pereira
wiltonjesuspodasip2

A SIP foi procurada pela reportagem do Portal GRNEWS mas não retornou as ligações até a publicação desta matéria.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!