Menina atacada por cães em Pará de Minas passa por cirurgia em BH e quadro clínico ainda é muito grave

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Continua internada em estado grave a menina de apenas dois anos atacada na manhã de terça-feira, 10 de setembro, dentro de casa, no bairro Santos Dumont, em Pará de Minas por um Pitbull e um Rotweiller. Segundo a família, a garotinha estava dormindo no quarto e a mãe, que está grávida, precisou se ausentar por alguns minutos. Foi quando os cães conseguiram derrubar o portão e entraram pela porta da cozinha, que estava entreaberta.

Eles foram diretamente para o quarto onde a menina dormia e começaram a mordê-la. Parentes escutaram os cães e foram até a residência, quando viram o sangue espalhado pelo quarto. Eles então quebraram a janela do quarto e conseguiram tirar a criança.

Socorreram a criança até o Hospital Nossa Senhora da Conceição em estado grave e após cerca de uma hora a equipe conseguiu estabilizá-la. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) solicitou vaga no Hospital João XIII em Belo Horizonte devido o estado da menina. Acionaram ainda o helicóptero Arcanjo 3 que decolou da cidade por volta de 13 horas. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) ela teve duas artérias perfuradas além de várias lesões no rosto.

De acordo com informações divulgadas pela reportagem da rádio Itatiaia, a garotinha passou por cirurgia no hospital em Belo Horizonte e continua em estado grave no Centro de Tratamento Intensivo (CTI). As próximas horas são cruciais para que a menina fique bem.

Hugo Lacerda/TVI

Os cães Pitbull e Rotweiller que atacaram a menina foram levados para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) São Francisco de Assis, localizado no bairro João Paulo II.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!