HNSC pode suspender atendimentos aos usuários do Ipsemg por falta de pagamentos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Nos últimos dias várias unidades de saúde, como o Hospital São João de Deus (HSJD), em Divinópolis, anunciaram a suspensão dos atendimentos aos pacientes conveniados ao Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).

De acordo com a instituição de saúde divinopolitana, o governo estadual não realiza os devidos repasses financeiros desde fevereiro deste ano. A dívida com o HSJD já chega a R$ 1.645.707,25, segundo informações da instituição.

Estão suspensas aos usuários do convênio todas as consultas de pronto atendimento categorizadas como verde e azul de acordo com o Protocolo de Manchester, bem como todas as cirurgias eletivas.

A mesma situação ocorre no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Pará de Minas. A confirmação vem do interventor e secretário municipal de Saúde, Paulo Duarte.

Alguns hospitais de Belo Horizonte também não estão atendendo os usuários do Ipsemg. Isso está sendo avaliado pela gestão do HNSC e o momento é muito delicado para quem depende do plano:


Paulo Duarte
ipsemghnscpauloduarte1

O único hospital de Pará de Minas não recebe as verbas da Rede-Resposta há quatro meses. Os atendimentos e procedimentos não são pagos pelo Ipsemg há seis meses e a situação vem se agravando cada vez mais:

Paulo Duarte
ipsemghnscpauloduarte2

A Secretaria de Estado da Saúde chegou a uma situação gravíssima porque nem o Pró-Hosp está arcando com as despesas envolvidas nas cirurgias eletivas. As perspectivas não são boas diante do cenário atual:

Paulo Duarte
ipsemghnscpauloduarte3

O Ipsemg informou que vem honrando os compromissos de acordo com a disponibilidade financeira do estado. Contudo, o governo estadual está enfrentando uma grave crise por causa da falta de recursos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!