Em dois anos equipes do SAMU Oeste realizaram 5.160 atendimentos em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há dois anos foi fundado o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Gerenciamento dos Serviços da Região Ampliada Oeste para os Serviços de Urgência (CIS-URG Oeste). É este consórcio que gerencia o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de toda a região, contemplando 54 municípios.

Na microrregião de Pará de Minas estão incluídos também os municípios de Conceição do Pará, Igaratinga, Leandro Ferreira, Nova Serrana, Onça de Pitangui, Pitangui e São José da Varginha.

Na sede microrregional foram realizados no total 5.160 atendimentos, destes 4.724 atendidos pelas equipes da Unidade de Suporte Básico, utilizada em casos mais simples, e 436 pela Unidade de Suporte Avançado, que é quando a situação é mais grave.

Foram realizadas ainda 3.229 orientações médicas e um dado que preocupa é a quantidade de saídas de ambulância sem atendimento, que totaliza 682 casos.

Quanto ao número de atendimentos, 3.340 foram por causas clínicas, 150 por causas pediátricas, 1.252 traumáticas, 163 psiquiátricas e 255 obstétricas.

A maioria dos pacientes são pessoas acima dos 60 anos, o que totaliza 1.552 atendimentos. Quanto ao sexo destas pessoas, foram 2.483 mulheres que receberam atendimento enquanto a maioria é de homens, 2.677 pacientes.

O secretário executivo do CIS-URG Oeste José Márcio Zanardi destaca a dedicação desde a implantação do SAMU ao trabalho realizado no dia a dia. São muitas ocorrências e é necessária capacitação constante dos profissionais:

SAMU Oeste/Divulgação

José Márcio Zanardi
josemarciosamudoisanos1

O SAMU Oeste também apresentou novidades nestes dois anos de trabalho. Desde o dia 15 de maio de 2019 funciona o serviço de telemedicina onde os médicos e enfermeiros tem uma segunda opinião que ajuda na decisão da melhor conduta no tratamento do paciente com sintomas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e está disponibilizado ainda o medicamento Alteplase que ajuda na dissolução de coágulos sanguíneos e pode ser utilizado também em casos de infartos. Um ganho para toda a região Centro-Oeste, como afirma José Márcio Zanardi:

José Márcio Zanardi
josemarciosamudoisanos2

O prefeito de Carmo do Cajuru, Edson de Souza Vilela, é o atual presidente do CIS-URG Oeste. No aniversário de dois anos de implantação na região ele anunciou mais uma novidade.

Há muitos problemas envolvendo o final do atendimento do paciente. Em muitas cidades não há um hospital completamente estruturado para tratar aquela pessoa que precisa de cuidados especiais, por isso um aporte financeiro do governo federal, em torno de R$ 40 milhões por ano para a rede hospitalar da região, vai ajudar nesta questão:

Prefeitura de Carmo do Cajuru/Divulgação

Edson de Souza Vilela
edsonvileladoisanossamu1

O CIS-URG recebeu ainda no aniversário de dois anos, dois novos veículos. Uma Unidade de Suporte Avançado (USA) e uma caminhonete que atuará como Viatura de Intervenção Rápida (VIR) para chegar com maior celeridade ao paciente. Os veículos ficarão disponíveis caso alguma das unidades tenha problemas mecânicos ou haja necessidade de mais veículos para atender a uma ocorrência.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!