Vistoria aponta problemas, mas Cultura reassume prédio do Cine Café sem cobrar obras do antigo concessionário

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A prefeitura de Pará de Minas, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes, Lazer e Turismo, e o concessionário que administrava o prédio da Estação do Pará Cine Café, firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado junto aos representantes do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) na Comarca de Pará de Minas. Pelo acordo, a concessão que tinha mais alguns anos de vigência, foi encerrada amigavelmente em 31 de janeiro de 2019.


Para reassumir o prédio, a prefeitura solicitou aos membros do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Pará de Minas que realizassem uma vistoria do imóvel.

Os conselheiros apontaram problemas de degradação existentes na estrutura do prédio que é tombado, mesmo assim o município reassumiu nesta segunda-feira, 11 de fevereiro, o prédio da Estação do Pará Cine Café, localizado na Praça Torquato de Almeida, Centro.


O titular da pasta Paulo Duarte afirma que foram detectados diversos danos que precisarão de intervenções futuras, mas pelo acordo o município vai arcar com estes custos, isentando de responsabilidades o concessionário que está devolvendo o prédio antes do término de seu contrato:

Paulo Duarte
paulocincafe1


O secretário também reafirma que já existem diversos projetos culturais que poderão ser executados naquele espaço. Outra possibilidade é transferir o setor infantil da Biblioteca Municipal Professor Mello Cançado para o prédio da Estação do Pará Cine Café:


Paulo Duarte
paulocincafe2


A arquiteta e presidente do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Pará de Minas, Cleysi Mara Pinto de Souza disse estar muito feliz com a devolução do prédio ao município, considerando que durante a vistoria foram constatadas diversos problemas que precisam ser reparados. Além disso, não estava sendo cumprida a cláusula contratual que exigia a realização de eventos culturais naquele espaço:


Cleysi Mara Pinto de Souza
geycicinecafe


O empresário que até então vinha administrando a Estação do Pará Cine Café, Alisson Paulo Hanke de Souza disse que procurou cuidar da melhor maneira do prédio e cumpriu a função que se propôs de promover o entretenimento no local. Mas devido à necessidade de investimento alto, a devolução do prédio foi à melhor opção:


Alisson Paulo Hanke de Souza
alissoncincafe


Sobre a Estação do Pará Cine Café
O prédio da Estação do Pará Cine Café é tombado pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural de Pará de Minas. A antiga estação ferroviária dó município foi construída em 1913 por Amadeo Celso Grassi, após a inauguração no ano anterior do Ramal do Pará.

A obra sólida foi considerada uma das melhores de todo o Oeste de Minas Gerais. O prédio da estação ferroviária foi por muitas décadas a porta de entrada para o progresso conforme perpetuaram em cartilha os membros do conselho.


Relatam ainda que notícias do Brasil e do mundo chegavam a Pará de Minas através das correspondências, jornais e revistas, numa época sem rádio e sem televisão.

Acrescentam que pela estação também chegavam produtos de necessidade da população e saíam às exportações. Através dela, o povo de Pará de Minas recebeu gente ilustre e viu partir e retornar amigos e familiares. A estação era um dos lugares mais movimentados da cidade.

No ano de 1988, Ramal do Pará foi desativado. Sete anos depois, a prefeitura conseguiu a cessão total do prédio para a municipalidade.

O prédio foi tombado pelo Patrimônio Cultural Municipal em 1998 e adquirido pela prefeitura em 1999. Após ter sido restaurado, adequado e transformado em espaço cultural, foi reinaugurado em novembro do ano 2000 como Estação do Pará Cine Café.


Posteriormente o prédio passou por outra reforma que durou quatro meses e foi reinaugurado no dia 26 de março de 2014. No espaço que até o início de 2013 funcionava uma casa de shows e um cinema, foi assumido por novos diretores com uma proposta cultural.

Após a reforma e com base no projeto arquitetônico, o prédio passou ter a capacidade de receber um público de até 436 pessoas na casa de shows e no cinema a capacidade é de 76 pessoas.

Desde então a Estação do Pará Cine Café foi palco de shows, lançamentos de livros e outros eventos culturais, além dos filmes apresentados na sala de cinema. De lá para cá também passou por várias direções e agora chega ao fim mais um ciclo.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!