Presidente da Câmara classifica como infeliz críticas que recebeu por viagem a Brasília e gastos com homenagens

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Na semana passada um grupo de vereadores se reuniu na Câmara Municipal e anunciou a intenção de voltar atrás em relação ao projeto de reajuste da Planta de Valores Imobiliários que havia sido aprovado em plenário.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A proposta encaminhada pelo prefeito Elias Diniz (PSD) propôs uma valoração dos imóveis em Pará de Minas e consequentemente o aumento no valor a ser pago de Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

A decisão do Poder Legislativo Municipal revoltou boa parte da população e as manifestações vieram por meio de faixas, cartazes e mensagens em redes sociais. Alguns chegaram a usar palavras fortes contra os vereadores.

Os vereadores chegaram à conclusão que seria melhor ouvir a voz da sociedade que já está cansada de pagar tanto imposto. Foi decidido o protocolo de um projeto revogando a matéria.

No encontro da semana anterior o vereador Márcio Lara (PTC) também disse que estava triste com a politicagem de alguns colegas de Legislativo. Também se referiu aos gastos feitos pelo presidente da casa, vereador Mário Justino da Silva (PRB).

Disse que foram gastos R$ 20 mil de buffet para a solenidade de entrega dos Títulos de Cidadania Honorária e Diplomas de Honra ao Mérito. Também questionou o fato do presidente estar em Brasília viajando com gastos pagos pelos cofres públicos.

Afirmou categoricamente que é preciso os poderes Executivo e Legislativo cortarem na carne para que os recursos sejam suficientes para manter os serviços públicos funcionando no município.

O vereador Mário Justino da Silva respondeu dizendo que todos os gastos feitos estão previstos no orçamento da Câmara Municipal e dentro dos limites legais.

Afirmou que estava em Brasília participando de um curso e que tem investido em capacitações porque acredita que a situação do país só melhorará com pessoas melhores qualificadas para trabalhar pela população:

Mário Justino da Silva
respostamariojustino1

Em relação ao valor investido no buffet, deixou claro que a verba já estava prevista a dotação orçamentária e por isso não houve nenhum gasto adicional. Considerou infeliz a declaração de Márcio Lara e ressaltou que está fazendo tudo dentro dos limites legais:

Mário Justino da Silva
respostamariojustino2

O projeto que propõe a revogação do reajuste da Planta de Valores Imobiliário de Pará de Minas foi retirado de pauta na reunião desta segunda-feira, 9 de outubro, a pedido do vereador Márcio Lara, que integrava o grupo pediu vistas, adiando a discussão.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!