ASCAMP pede que paraminenses separem o lixo reciclável do orgânico para incentivar os catadores

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde 2002 existe em Pará de Minas a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (ASCAMP). Com sede no bairro JK, os associados trabalham durante todo o dia recolhendo os materiais, separando e dando destino correto às toneladas de papel, plástico, ferro, alumínio recolhidos nos bairros e distritos de Pará de Minas.


São 40 associados que se dividem nas tarefas diárias. Uma equipe está no caminhão recolhendo tudo que for reciclável. A outra faz a triagem, separando papel do plástico por exemplo. E outra está no armazenamento e contato com os compradores. A média é de 70 toneladas recolhidas por mês.

Segundo Mirléia de Fátima Silva Marzagão, uma das associadas, o objetivo é não deixar nada pra trás:


Mirléia de Fátima Silva Marzagão
mirleiafatimaascamp1

Desde que a associação foi fundada em Pará de Minas é feito um trabalho de conscientização com os paraminenses incentivando a coletiva seletiva, que ajuda tanto o meio ambiente como os associados, que tem a ASCAMP como um trabalho.


Para Mirléia Marzagão a população aos poucos está se conscientizando e aproveitou para explicar como fazer a separação corretamente:

Mirléia de Fátima Silva Marzagão
mirleiafatimaascamp2


Após a separação, o material é vendido principalmente para empresas de São Paulo e Santa Catarina. Há alguns anos a Prefeitura havia prometido um novo galpão aos associados. É que só um já não comporta todo o reciclável recolhido.


Além de pedir à população que continue separando corretamente o lixo, Mirléia pede que a administração municipal os ajude com uma nova área coberta:


Mirléia de Fátima Silva Marzagão
mirleiafatimaascamp3

Quem quiser informações sobre o dia certo da coleta da ASCAMP no bairro pode ligar no telefone (37) 3236-3870.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!