Vigilância Sanitária interdita poço artesiano na Vila Raquel após laudo apontar presença de bactéria na água

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A Secretaria Municipal de Saúde interditou o poço artesiano existente na Vila Raquel, em Pará de Minas, a partir de sábado, 4 de fevereiro. O fechamento é temporário e foi motivado pelo resultado de uma análise de amostra coletada.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A água foi encaminhada ao laboratório da Gerência Regional da Secretaria de Estado de Saúde, em Divinópolis, e ficou constatada a contaminação pela bactéria Escherichia coli.


Geralmente ela fica no intestino sem causar problemas de saúde. No entanto, ao se direcionar para a circulação sanguínea ou outras regiões do corpo, é capaz de provocar infecções.

Entre os problemas mais comuns que pode causar estão a diarreia do viajante, também chamada de gastrenterite, que provoca desarranjos gastrointestinais; e a cistite, que provoca inflamação da bexiga urinária.


O diretor de Controle de Saúde, Wander da Silva Rodrigues, confirma a contaminação na água do poço artesiano. Segundo ele, uma limpeza será feita no local para evitar problemas:

Wander da Silva Rodrigues
pocowanderdasilvarodrigues1


Após a limpeza novas amostras serão coletadas e encaminhadas para outras análises laboratoriais. Esse procedimento está sendo realizado em todos os poços artesianos e o objetivo é proteger a saúde da população:

Wander da Silva Rodrigues
pocowanderdasilvarodrigues2


A Prefeitura de Pará de Minas tomou todas as medidas para que a água não seja consumida até que o poço seja reativado. Um aviso sobre a interdição foi afixado no local e ressalta os motivos da interdição temporária.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!