Vereadores criticam processo de designação de professores em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Durante reunião Ordinária da Câmara Municipal realizada na noite de segunda-feira, 6 de fevereiro, foram votados apenas requerimentos dos dezessete vereadores de Pará de Minas. Nenhum projeto de lei estava em pauta.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Após a apresentação dos pedidos a serem encaminhados ao prefeito Elias Diniz (PSD), alguns parlamentares fizeram uso da tribuna livre para abordar assuntos de interesse da população paraminense.

A questão mais comentada foi o processo de designação de professores e serventes escolares por parte da Secretaria Municipal de Educação. O processo foi muito rápido e gerou revolta em muitos educadores.

Foram cinco mil inscritos para o preenchimento de apenas 250 vagas e a disputa foi bastante acirrada entre os profissionais da educação. O processo seletivo exigiu comprovantes de qualificação como critério de desempate.

Após a elaboração de uma lista contendo os nomes dos inscritos e cada ficha era avaliada minuciosamente. Os documentos exigidos foram conferidos e todos os detalhes eram observados para que a seleção fosse realizada.

No entanto, muitas pessoas reclamaram da forma como o processo foi conduzido. Este é o caso da professora Kênya Nogueira Chaves. Ela alega descaso com as pessoas que cursaram Magistério e ainda não graduaram em Pedagogia:


Kênya Nogueira Chaves
designacaokenianogueirachaves

O vereador Marcílio Magela de Souza (PMDB) considerou desumana a forma que o procedimento foi realizado. Segundo ele, nem mesmo o banheiro do Salão Nobre Dr. Marcos de Abreu e Silva do Sindicato Rural Patronal estava funcionando no dia da designação:


Marcílio Magela de Souza
designacaomarciliomageladesouza

O vereador Marcus Vinícius Rios Faria (PMDB) também questionou os critérios adotados na designação dos educadores e serventes escolares. Ele espera que futuramente algumas coisas sejam revistas:


Marcus Vinícius Rios Faria
designacaomarcusviniciusriosfaria

Rodrigo Varela Franco (PSD), líder do prefeito na Câmara Municipal, endossou as palavras dos colegas e também acredita que é preciso ter mais respeito com todos os educadores. Ele prometeu levar todas as reclamações ao Poder Executivo:

Rodrigo Varela Franco
designacaorodrigovarelafranco


Marcos Aurélio dos Santos (DEM), relator da Comissão de Educação, Cultura e Saúde do Legislativo paraminense disse ter recebido todas as reclamações dos professores e levou todos os casos para a Secretaria Municipal de Educação:

Marcos Aurélio dos Santos
designacaomarcosaureliodossantos

Mário Justino da Silva, presidente da Câmara Municipal, fez um balanço positivo dos trabalhos realizados em mais uma reunião. Ele destacou a importância de trabalhar junto com a prefeitura e também defender os interesses da população:


Mário Justino da Silva
designacaomariojustinodasilva

A próxima reunião Ordinária do Poder Legislativo será realizada na próxima segunda-feira, 13 de fevereiro, a partir das 18 horas. A população está convidada para acompanhar os trabalhos dos vereadores em plenário.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!