Incorporador diz que conclusão de loteamento no Serra Verde depende de autorização de concessionária

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


As chuvas que caíram em Pará de Minas na madrugada da última segunda-feira, 6 de janeiro, provocaram estragos por toda a cidade. O começo da semana foi de muito trabalho de limpeza urbana e de reparos em diversos pontos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os alagamentos ocorreram nos pontos críticos de sempre, nas avenidas Presidente Vargas e Alano Melgaço. O muro de uma fábrica de tecidos e da Escola Estadual Wilson Melo Guimarães foram derrubados pelas águas.

No entanto, o maior prejuízo novamente parece ter sido para os moradores do Serra Verde. As chuvas precipitaram um verdadeiro mar de lama oriundo de um novo loteamento que ainda não foi pavimentado e fica no alto do bairro.

As casas foram invadidas pelas fortes enxurradas, provocando estragos e sujeira. Em algumas residências os moradores perderam móveis, eletrodomésticos, documentos, praticamente todos os pertences.

Para piorar ainda mais a situação, não foi à primeira vez que o sinistro aconteceu no bairro. As famílias afetadas ficaram indignadas porque nenhuma providência foi tomada para sanar o problema de enchente.

O vereador Rodrigo Varela Franco (PSD), líder do prefeito na Câmara Municipal de Pará de Minas, afirmou que é preciso cobrar providências em relação ao responsável pelo empreendimento. Segundo ele, a obra é irregular.

A reportagem do Portal GRNEWS conversou com o empresário Júlio Maria Guimarães Ferreira, dono do loteamento. Ele explicou que a finalização do novo bairro depende de uma aprovação da concessionária de água e esgoto:


Júlio Maria Guimarães Ferreira
serraverdejuliomariaguimaraesferreira1

O loteador lembra que algumas intervenções foram feitas para amenizar os problemas de enxurrada. Ele disse também que nunca viu tanta água durante o período chuvoso e esse fenômeno natural não pode ser controlado:

Júlio Maria Guimarães Ferreira
serraverdejuliomariaguimaraesferreira2

O empreendedor informou que um engenheiro foi contratado para elaborar os projetos das redes de água, esgoto e pluvial. Tudo está sendo negociado junto a Concessionária Águas de Pará de Minas para que o loteamento seja finalizado:

Júlio Maria Guimarães Ferreira
serraverdejuliomariaguimaraesferreira3

A Concessionária Águas de Pará de Minas informou por meio da assessoria de imprensa que todo empreendimento imobiliário deve atender as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), para que seja implantado os sistemas de abastecimento de água e coleta de esgoto. Para isso a concessionária disponibiliza um corpo técnico para auxiliar na elaboração e execução dos projetos dos novos loteamentos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!