Cemig alerta sobre cuidados necessários para evitar acidentes durante o Carnaval. Veja dicas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

agencia_cemig_para_de_minas
Até a próxima terça-feira, 9 de fevereiro, maior festa popular arrasta multidões no Brasil. O Carnaval 2016 não está sendo realizado em muitos municípios optaram por não promover a folia por causa da grave crise financeira.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Em Pará de Minas o prefeito Antônio Júlio de Faria confirmou no fim de 2015, a não realização da festa do Rei Momo. Ele disse que tentou buscar recursos em Brasília para promover o evento, mas não conseguiu.

No Rio de Janeiro e em São Paulo os barracões das escolas de samba estão movimentados. Os carnavalescos trabalham duro na confecção de luxuosas fantasias e nos ensaios de bateria, bem como dos blocos.

Em Salvador, na Bahia, os blocos carnavalescos movimentam as ruas. Algumas cidades mineiras como Ouro Preto, Diamantina, Abaeté, Pompéu e Pitangui realizam os tradicionais trios elétricos.

Aproveitando a oportunidade o gestor de relacionamento da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em Pará de Minas, Cléder Melo, faz algumas recomendações para organizadores e participantes do Carnaval.

cleder_melo160116
Ele lembra que é proibido o uso das serpentinas metálicas que conduzem energia elétrica quando entram em contato com a rede. Outra preocupação deve ser com instalações improvisadas, contato acidental com a rede elétrica, entre outros:

Cléder Melo
rdltrcrnclml1

Cléder Melo explica que nos locais onde serão promovidos os eventos carnavalescos a Cemig faz uma avaliação de toda a rede e toma medidas preventivas. Mesmo assim, é importante que os foliões tenham cuidado para que nenhum sinistro seja provocado:

Cléder Melo
rdltrcrnclml2

Em fevereiro de 2011 milhares de pessoas brincavam o Carnaval próximo a um trio elétrico quando três fios da rede elétrica se romperam e um deles caiu sobre o carro de som. Dezenas de pessoas levaram um choque elétrico de quase oito mil volts.

Quinze pessoas morreram e cinquenta ficaram feridas. O acidente aconteceu na cidade de Bandeira do Sul e segundo as investigações tudo começou quando uma serpentina metalizada foi arremessada em cima do caminhão e teria fechado o curto na rede elétrica.

Veja outras dicas de segurança da Cemig:
Iluminação, enfeites e alegorias
* Não lançar artefatos – como serpentinas, confetes, entre outros, na rede elétrica, sejam metálicos ou não.

* Antes de fazer qualquer ligação elétrica ou de instalar enfeites e alegorias, consultar a Cemig.

* Não instalar nenhum enfeite próximo à rede elétrica.

* Não fazer ligações clandestinas (gatos).

* Não jogar líquidos, sprays, água ou qualquer material na rede elétrica. Há risco de choque elétrico.

Trios elétricos e carros alegóricos
* Não trafegar sob a rede elétrica se a altura desses veículos for igual ou maior que a dos fios elétricos, pois além do risco de choque elétrico, há o risco de colisão com os fios e consequente derrubada dos postes, fios e equipamentos da rede elétrica, que podem cair sobre o próprio veículo ou sobre os foliões.

* Observar a existência da rede elétrica e tomar cuidado para não tocá-la.

* Considerar a altura do veículo e das pessoas sobre ele em relação à fiação da rede elétrica e demais obstáculos.

Palanques para apresentação de shows
* A montagem e a desmontagem devem considerar a existência das redes elétricas aéreas e, em caso de escavação, subterrâneas.

* A fixação das coberturas deve ser bem feita para evitar o desprendimento e possível projeção contra a rede elétrica.
Aparelhos de som, refrigeração e churrasqueiras elétricas

* Não ligar aparelhos elétricos próximo a duchas ou piscinas.

* Evitar improvisos (gambiarras), pois eles aumentam o risco de acidentes com a rede elétrica.

Colisão de veículos com postes da Cemig (abalroamento)
* Não sair do veículo. A pessoa poderá tomar um choque se houver algum cabo partido em contato com o veículo. Se precisar sair do veículo em função de um incêndio, abrir a porta e pular com os pés juntos, o mais longe possível, sem tocar na lataria do carro.

* Não tentar socorrer as vítimas se houver fio partido. Nesse caso, acionar imediatamente a Cemig e o Corpo de Bombeiros.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!