Idosos e deficientes que não fizerem recadastramento no CadÚnico perderão o BPC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Todos os idosos e pessoas com deficiência que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) têm até o dia 30 de dezembro para fazer o recadastramento no CadÚnico.

Quem não fizer a atualização dos dados pode ficar sem os recursos do governo federal. O benefício é concedido a todos que recebem um quarto de um salário mínimo e se enquadram nos demais requisitos.

Dados da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social revelam que em Pará de Minas são 848 pessoas com deficiência e 612 idosos que recebem os recursos do BPC, totalizando 1.460 beneficiários.

Para fazer o recadastramento é preciso procurar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Os idosos e portadores de deficiência deverão levar os documentos pessoais deles e da família.

Denise Alencar de Castro, diretora da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, informa que a procura dos beneficiários do BPC ainda está muito baixa e existe o risco de cancelamento dos pagamentos:


Denise Alencar de Castro
recadastramentobpcdenisealencar1

Os iodos e deficientes devem explicar para os demais familiares sobre a importância de atualizar o cadastro. Para isso é preciso levar os documentos de toda a família para que o procedimento seja realizado a contento:

Denise Alencar de Castro
recadastramentobpcdenisealencar2

Outras informações podem ser obtidas nas unidades do CRAS ou na Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, na rua do Acre, nº84 –  Centro. O telefone de contato é o (37) 3233-5900.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!