Como proceder em casos de desaparecimento de pessoas? É preciso esperar 24 horas? Delegado explica

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um balanço divulgado em Minas Gerais mostrou que no ano passado 24 mineiros desapareceram a cada dia no estado. São 8.594 homens e mulheres que não foram mais vistos pelas famílias. E são várias as motivações, desde conflitos em casa, rebeldia, doenças psiquiátricas, dívidas financeiras e até sequestros.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostrou que em 2018, 82.094 casos de desaparecimento foram registrados no país. Minas Gerais é o terceiro no Brasil com maior número de casos. Mas infelizmente a expectativa é que a quantidade de desparecidos seja ainda maior, já que muita gente não procura uma delegacia para registrar o sumiço do parente ou amigo.

São vários os perfis dos desaparecidos. Em relação aos adolescentes, a maioria sai de casa por causa de conflito familiar ou em busca de aventura e liberdade. Mas a Polícia Civil tem notado também que muitos destes desaparecimentos estão relacionados com delitos ou consumo de drogas.

Antigamente era comum aguardar 24 horas até acionar as polícias Militar ou Civil sobre o desaparecimento. E infelizmente isso ajudou a aumentar o número de pessoas que continuam longe de casa. É que quanto mais rápido o início das buscas, mais chances de encontrar o ente querido.

Ao longo dos anos também aumentou o número de pessoas desaparecidas em Pará de Minas, a maioria adolescentes que saem de casa por algum motivo desconhecido. O delegado regional Carlos Henrique Gomes Bueno disse a reportagem do Portal GRNEWS que é imprescindível que o familiar procure a polícia assim que perceber o desaparecimento:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carloshenriquedesaparecidos1


Vendo o número de desaparecidos aumentar a cada ano, a Polícia Civil de Minas Gerais criou um site específico para esta situação. No Portal estão cadastradas todas as pessoas desaparecidas, com informações pessoais sobre data de nascimento e onde foi vista pela última vez. A expectativa é que vendo as fotos, o desaparecido seja reconhecido por alguém.

A tecnologia também pode ajudar a prevenir sumiços. Aplicativos de rastreio no celular ou relógio prometem enviar a localização em tempo real:

Carlos Henrique Gomes Bueno
carloshenriquedesaparecidos2

A Polícia Civil orienta também que assim que perceber que a rotina do ausente foi quebrada, registre imediatamente o desaparecimento. É importante também levar uma foto da pessoa, documentos pessoais e o máximo de informações, como local em que foi vista pela última vez e roupa que usava.

Ao registrar o desaparecimento, é criado um alerta compartilhado com todos os órgãos de Segurança Pública, e iniciadas as investigações.

Caso saiba do paradeiro de alguém basta ligar no telefone 0800 2828 197.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!