Durante simulado de incêndio, Bombeiros evacuam prédio e socorrem feridos no HNSC em 23 minutos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Com o objetivo de cumprir planos de prevenção de incêndios em hospitais de todo o estado, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) realiza a Operação Rota de Emergência. Só no mês de novembro, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), 90% dos 75 hospitais e Unidades de Pronto Atendimento previstos para receber a operação, realizaram as intervenções.

Após várias reuniões, acontece uma simulação de incêndio com feridos leves e graves. Daí, o hospital pode ver em qual ponto pode melhorar, como infraestrutura ou qualificação para funcionários e brigadistas, e o Corpo de Bombeiros consegue avaliar em quais áreas pode melhorar. É importante ressaltar que o simulado também conscientiza gestões hospitalares sobre a importância do planejamento, execução e manutenção dos prédios.

Em Pará de Minas a simulação aconteceu no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) fez parte da Operação na manhã desta quinta-feira, 5 de dezembro. Cerca de 30 funcionários e estagiários do hospital e 10 bombeiros  militares participaram da ação.

O fogo simulado teve início no Bloco 1 do HNSC e atingiu também o Bloco 2. Várias pessoas ficaram feridas e houve evacuação das áreas. Muita gente parou na porta do hospital e se assustou com a movimentação, pois a simulação foi bem real, mostrando quais ações deveriam ser executadas caso o HNSC realmente pegasse fogo.

O CBMMG utilizou três veículos que pararam no estacionamento, enquanto os brigadistas já aguardavam os militares. Colchões foram espalhados pela área, onde os pacientes que se queimaram na simulação foram atendidos por enfermeiros e médicos.

Eles levaram o simulado tão a sério que os pacientes atingidos pelo fogo fizeram maquiagens que simularam as queimaduras, o que até assustou algumas pessoas que foram ao local saber o que acontecia.

Após evacuar o prédio e atender todos os feridos em apenas 23 minutos, balanço positivo da simulação, como contou ao Portal GRNEWS o comandante da 2ª Companhia do CBMMG, capitão Lucas Ribeiro Maia:

Lucas Ribeiro Maia
lucasribeirosimula1

Caso haja algum sinistro do tipo no HNSC, os funcionários estão qualificados como afirma capitão Lucas Ribeiro Maia:

Lucas Ribeiro Maia
lucasribeirosimula2

O Engenheiro de Segurança do Trabalho Joelmir Ramos também avaliou positivamente o simulado. Explica que a simulação mostrou aos funcionários como se portar nestes casos e evitar que a situação piore:

Joelmir Ramos
joelmirramossimula1

A Operação do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais tem o intuito de evitar incêndios em hospitais e impedir episódios como o do Hospital Badim, em setembro passado no Rio de Janeiro. No dia 12, segundo a perícia técnica, um curto-circuito no gerador instalado no subsolo provocou o incêndio, já que o equipamento possui grande quantidade combustível e é usado em casos de falta de energia elétrica. Dos 103 pacientes envolvidos, 77 tiveram alta, quatro continuam internados e 22 morreram.





Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!