Abastecimento de combustíveis normaliza e postos não precisam mais limitar venda em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A medida foi adotada pelo PROCON Municipal para que um maior número de proprietários de veículos fosse atendido. Nos últimos dias a falta de combustíveis gerou transtornos nunca vistos por todo o país.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

As filas quilométricas de carros e motos eram formadas nos postos de combustíveis. Encher o tanque não era possível porque foi publicada uma portaria limitando o abastecimento a R$ 100,00 para carros e R$ 30,00 para motos. Também foi proibida a venda de combustíveis acondicionados em galões sem certificação do INMETRO.

A pouca gasolina e álcool que o motorista conseguia era consumida rapidamente e ele tinha que voltar a enfrentar enormes filas. Em muitos casos o dono do veículo espera durante horas e nem mesmo conseguia abastecer.

Para os trabalhadores que dependem do carro ou da moto para trabalhar a situação foi um verdadeiro caos. Os prejuízos foram incalculáveis para os profissionais e especialmente as empresas.

Nesta segunda-feira, 4 de junho, o movimento está normalizado e a população voltou a rotina. Mesmo com a gasolina cada vez mais cara, os consumidores continuam comprando o combustível.

De acordo com Bruno Soares de Souza, diretor do PROCON Municipal, as filas nos postos de combustíveis praticamente acabaram e por isso a limitação do fornecimento para carros e motos termina nesta terça-feira (5):


Bruno Soares de Souza
abastecimentonormalbrunosoares1

A fiscalização da redução de R$ 0,46 no litro do óleo diesel anunciada pelo governo federal está sendo avaliada pelo PROCON Estadual. Existe a alegação de que parte do combustível é biodiesel e esse desconto seria de R$ 0,41:

Bruno Soares de Souza
abastecimentonormalbrunosoares2

Os proprietários de postos de combustíveis que estão vendendo o óleo diesel que foi comprado antes do desconto de R$ 0,46 podem comercializar o produto normalmente. Na nova compra na refinaria que o valor deverá ser reduzido pelo estabelecimento:

Bruno Soares de Souza
abastecimentonormalbrunosoares3

O governo federal já anunciou que vai fiscalizar os postos de combustíveis para assegurar que o desconto de R$ 0,46 no litro do óleo diesel chegue às bombas e beneficie os motoristas de todo o Brasil. Denúncias de abusos devem ser feitas ao Procon ou a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!