Cresce número de golpistas que tentam fraudar seguro de celular em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A tática é antiga, mas continua ganhando adeptos no Brasil inteiro. Em Pará de Minas não é diferente e se tornou comum os militares prenderem alguém por comunicação falsa de crime.

É que as grandes redes varejistas ao vender um aparelho celular oferecem junto o seguro contra roubo. Quando o proprietário perde ou danificado o telefone pensa em levar vantagem de alguma forma e com isso aciona a Polícia Militar dizendo que foi roubado.

Foi o que aconteceu recentemente no bairro JK em Pará de Minas. Mas os militares foram mais espertos e conseguiram fazer com que o rapaz de 25 anos assumisse que deixou o aparelho cair no local onde trabalha.

A reportagem do Portal GRNEWS ouviu o sargento Paulo Roberto Giardullo Pinto este golpe, que se acordo com o militar tem crescido na cidade. Ele dá detalhes como o rapaz tentou fraudar o seguro:


Paulo Roberto Giardullo Pinto
paulogiardullogolpecelular1

A intenção do rapaz era que o valor do aparelho fosse ressarcido pelo seguro, o que não aconteceu graças a ação da Polícia Militar. Ele vai responder por falsa comunicação de crime.

Nos casos em que o celular é realmente furtado ou roubado, os militares pegam com o proprietário o número de série do aparelho, cadastram no sistema e o celular fica completamente inutilizado:

Paulo Roberto Giardullo Pinto
paulogiardullogolpecelular2

O artigo 340 do Código Penal Brasileiro diz que “provocar a ação de autoridade, comunicando-lhe a ocorrência de crime ou de contravenção que sabe não se ter verificado” é crime com detenção de um a seis meses e multa.

Para saber e anotar o número de série do aparelho celular basta digital *#06#. Em caso de roubo ou furto o bloqueio total do telefone pode ser feito AQUI.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!