Projeto ambiental premia alunos e professores de escolas da rede municipal de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A solenidade de entrega da premiação dos Projetos Práticos Ambientais dos Vigilantes da Natureza aconteceu nesta quinta-feira, 2 de agosto, na Secretaria Municipal de Educação.


Em Pará de Minas oito escolas da rede municipal de ensino participaram do projeto. Os trabalhos foram avaliados por uma comissão julgadora e no final foram eleitos os cinco melhores.


]Os alunos frequentam aulas sobre o desenvolvimento sustentável uma vez por semana. Desta forma contribuem com a formação de cidadãos mais conscientes da importância de preservar a natureza.


A educação ambiental também mostra aos estudantes formas de reciclagem, reaproveitamento, e outros meios de utilizar os recursos naturais de forma sustentável e gerando receitas.


De acordo com Cláudio Feliciano da Silva, diretor do Departamento de Programas, Projetos e Eventos da Secretaria Municipal de Educação, o resultado foi muito satisfatório para todos os participantes:


Cláudio Feliciano da Silva
premiacaoprojetoclaudiofeliciano

Thiago Reginaldo Lemos, diretor da Escola Municipal Dona Cotinha, comemorou mais uma vez a conquista do 1º lugar na competição. Segundo ele o projeto ambiental trouxe novos ares para alunos e professores:


Thiago Reginaldo Lemos
premiacaoprojetothiagoreginaldo


Veja a classificação final dos Projetos Práticos ambientais dos Vigilantes da Natureza:

5º lugar: Escola Municipal São Judas Tadeu com o projeto “Meu Ambiente” – faturou R$ 2.600.

4º lugar: Escola Municipal Vereador Bosco Mendonça com o projeto “Horta Escolar e Compostagem” – ganhou R$ 3 mil.

3º lugar: Escola Municipal Dom Bosco apresentou o projeto “Compostart” (horta escolar e compostagem) e levou R$ 3 mil.

2º lugar: Escola Municipal Professora Izaltina Mendonça Meireles mostrou o projeto “Irrigare” (irrigação sustentável de horta escolar) ganhou R$ 1.993,00.

1º lugar: Escola Municipal Dona Cotinha com o projeto “Minha Escola Sustentável” (gotejamento e irrigação de horta) também faturou R$ 3 mil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE