Depressão contribui para que pessoas tomem atitudes extremas. Em Pará de Minas casos preocupam

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Estas são apenas algumas das constatações da psicóloga Marina Saraiva, que atua na Secretaria Municipal de Saúde de Pará de Minas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A vida moderna trouxe muitos avanços tecnológicos com o advento da informática. Diversos sistemas e recursos foram desenvolvidos ao longo dos últimos anos, facilitando o acesso rápido a informação.

A internet e os demais meios de comunicação publicam uma gama de informações para diferentes segmentos da sociedade. A velocidade com que os dados se propagam especialmente nas redes sociais é impressionante.

A correria do cotidiano e o estresse no local de trabalho, na família e no trânsito são outros fatores que aumentam o estado de tensão psicológica. A agitação provocada pela modernidade tem desencadeando algumas consequências ruins.

O número de doenças psíquicas vem crescendo e os especialistas estão preocupados com as estatísticas. Em muitos casos as pressões afetam o lado emocional e resultam em autoextermínio.

Os casos de automutilação e suicídio são preocupantes. De acordo com a psicóloga Marina Saraiva, que atua na Secretaria Municipal de Saúde, vários fatores têm causado mal estar e angústia nas pessoas levando-as a ações extremas:


Marina Saraiva
depressaomarinasaraiva1

Não há como generalizar o diagnóstico de uma pessoa com depressão. É importante entender que tristeza passageira é diferente. Além disso, ao aconselhar uma pessoa com problemas emocionais é delicado e demanda cuidados:

Marina Saraiva
depressaomarinasaraiva2

A especialista explica que os indivíduos que expõem o sofrimento provocado pelas emoções têm mais chances de vencer um quadro depressivo. Também é importante aprender a dizer não e respeitar os direitos de outros:

Marina Saraiva
depressaomarinasaraiva3

Uma das coisas que também geram estresse é falta de uma autoanálise sobre as escolhas e as situações enfrentadas no dia a dia. Em partes o diálogo na família foi afetado pela tecnologia e os sentimentos também:

Marina Saraiva
depressaomarinasaraiva4

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, em Pará de Minas, foram registrados 131 casos de tentativa de suicídio durante o ano de 2016, sendo que três pessoas morreram em consequência de atos extremos. Em 2015 foram 12 mortes por este motivo e em 2014 outras cinco óbitos. Nos três primeiros meses de 2017 cinco pessoas já perderam a vida no município por esta razão. O último caso foi registrado na sexta-feira, 31 de março.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!