Pitanguiense que reside em Portugal conta como está a vida na Europa em tempos de COVID-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Até a tarde desta segunda-feira, 30 de março, Portugal havia registrado 140 mortes e 6.408 casos de infecção pelo novo coronavírus (COVID-19), e decretou recentemente Situação de Emergência em Saúde Pública. Na região metropolitana do Porto, há o maior número de casos segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), uma espécie de Secretaria de Estado de Saúde no Brasil.

Para saber como está a situação no país, que decretou que as pessoas permaneçam em casa em isolamento social, o Portal GRNEWS conversou com o jornalista Ricardo Welbert. Ele natural de Pitangui, no Centro-Oeste mineiro, e mora na cidade do Porto. Ele se mudou para Portugal para cursar mestrado em Ciências da Comunicação.

Há algumas semanas não são ministradas aulas na faculdade, pois tudo por lá também está suspenso. O comércio continua fechado e apenas os serviços essenciais continuam em funcionamento.

Ao Portal GRNEWS ele contou que sai a cada dois dias, vai ao supermercado e retorna pra casa. Também explica como está a quarentena no país europeu:

Ricardo Welbert
ricardowelbertcorona1

Por lá também a recomendação é que as pessoas se mantenham em casa e apenas quando há piora no quadro de sintomas gripais é que devem procurar as unidades de saúde.

O transporte público também continua na cidade e segundo Ricardo Welbert, os usuários passaram a ter mais cuidado após o COVID-19:

Ricardo Welbert
ricardowelbertcorona2

Ele pede que os brasileiros fiquem em casa, ouçam e entendam as recomendações do Ministério da Saúde:

Ricardo Welbert
ricardowelbertcorona3

O alerta é feito também aos jovens, que podem contaminar os idosos que estão em casa. Por isso ele acredita que é tão importante respeitar a quarentena:

Ricardo Welbert
ricardowelbertcorona4

Um caso confirmado do novo coronavírus em Portugal que chama a atenção é de um garoto de 14 anos. O adolescente, atleta de um time de futsal da cidade, sofria de psoríase e chegou ao hospital com sintomas graves compatíveis com a doença. O resultado positivo para COVID-19 foi obtido momentos antes de o adolescente morrer.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!