Paraminenses reclamam da demora nos exames para descartar ou não casos de COVID-19; Saúde explica

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Secretaria de Estado de Saúde divulga diariamente os números do COVID-19 em toda Minas Gerais. Até a tarde desta segunda-feira, 30 de março, eram 29.724 casos suspeitos do novo coronavírus (COVID-19) e 261 confirmados em Minas Gerais. Um óbito também foi confirmado nesta segunda-feira.

Pará de Minas segue com 126 casos suspeitos e a preocupação dos paraminenses só aumenta. É que o número tem crescido de forma assustadora, de um dia pra outro são muitas notificações.

Porém, muitos questionam porque apenas três casos foram descartados até hoje e como são realizados os exames nos pacientes suspeitos em Pará de Minas. A reportagem do Portal GRNEWS conversou com o secretário Municipal de Saúde Wagner Magesty que deu todas as informações a respeito dos exames e das medidas em relação ao setor da saúde em Pará de Minas.

Segundo Wagner Magesty, a recomendação do Ministério da Saúde é que todos os pacientes com sintomas gripais sejam classificados como COVID-19. Caso o quadro agrave, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) realiza o exame:

Wagner Magesty
wagnerrespondeexames1


O Portal GRNEWS recebeu inúmeros questionamentos de paraminenses que veem casos descartados rapidamente em municípios vizinhos, como Itaúna e Divinópolis, e notam demora para os resultados de Pará de Minas. Wagner Magesty também esclarece esta situação:

Wagner Magesty
wagnerrespondeexames2

Respondeu ainda algumas acusações feitas à Secretaria Municipal de Saúde nas redes sociais e grupos de WhatsApp:

Wagner Magesty
wagnerrespondeexames3

A Secretaria de Saúde agora une esforços para a finalização da unidade de atendimento às síndromes e sintomas gripais, que funcionará no antigo prédio do extinto Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira (P.A.), no bairro Senador Valadares.

O local foi escolhido por estar em um complexo de saúde, onde estão instaladas a Secretaria Municipal de Saúde, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e em breve o Ambulatório Médico de Especialidades (AME).

De acordo com o secretário, o alerta é vermelho e o trabalho é em torno da prevenção, para que a unidade não precise ser utilizada:

Wagner Magesty
wagnerrespondeexames4

Quanto aos testes, também questionados pela população, o secretário afirma que não há disponíveis no mercado:

Wagner Magesty
wagnerrespondeexames5

A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é receber kits de testes nas próximas semanas. Grandes empresas e até multinacionais tem ajudado o governo brasileiro a adquirir equipamentos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!