Vereadores de Pará de Minas articulam projeto para reajustar os próprios salários

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Durante a reunião Ordinária realizada na noite de segunda-feira, 28 de janeiro, na Câmara Municipal de Pará de Minas os vereadores discutiram o aumento dos próprios salários.

Na ocasião os vereadores pediram um tempo, saíram do plenário para discutir outro assunto no plenarinho a portas fechadas. A reportagem do Portal GRNEWS apurou que eles discutiram o aumento salarial para os membros do Legislativo paraminense.

Ao se manifestar contrário a redução de repasses da prefeitura para a Câmara Municipal, o vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSDB) disse que eles discutiram o aumento salarial dos vereadores e somente ele e o vereador Marcos Aurélio dos Santos (DEM) foram contrários a proposta:


Ênio Talma Ferreira de Rezende
salario_enio

Após a reunião ao responder a reportagem do Portal GRNEWS dizendo ser contra a redução de repasses do Executivo para o Legislativo, o presidente da Mesa Diretora Dilhermando Rodrigues Filho (PSDB) foi questionando sobre o aumento de salários para os vereadores e disse que o repórter tinha entendido errado:

Dilhermando Rodrigues Filho
dilhermandosalario

Na manhã desta terça-feira (29) a reportagem do Portal GRNEWS apurou que o projeto já teria sido protocolado, mas como alguns vereadores queriam votá-los sem os pareceres das comissões e outros não concordaram, a matéria foi devolvida para a Procuradoria Jurídica da Câmara Municipal de Pará de Minas.

A reportagem também ouviu vários vereadores, que não quiseram gravar entrevistas, mas disseram que está em curso a articulação do projeto para aumentar os salários dos vereadores paraminenses.

Também confirmaram que apenas os vereadores Ênio Talma Ferreira de Rezende e Marcos Aurélio dos Santos são contrários à proposta de aumento salarial para os parlamentares paraminenses.

A reportagem do Portal GRNEWS também procurou novamente o presidente Dilhermando Rodrigues Filho para que ele pudesse dar o parecer da Mesa Diretora sobre o aumento de salários para os vereadores.

Ele também não quis gravar entrevista, mas confirmou a existência do projeto. Disse ainda que o aumento proposto é de 3,46%. Disse também que o projeto receberá os pareceres das comissões legislativas até o fim desta semana.

Diante disso é possível que o projeto entre na pauta de votação da Câmara Municipal de Pará de Minas durante a reunião Ordinária marcada para segunda-feira, 4 de fevereiro, quando os vereadores poderão aprovar o aumento de seus salários, uma vez que, dos 17, apenas dois são contrários a proposta.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!