MG registra mais de 13 mil casos de Dengue em 2021 e Pará de Minas atinge 144 notificações

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Minas Gerais registrou aumento no número de casos suspeitos e confirmados das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti desde último boletim divulgado. O Portal GRNEWS teve acesso aos números publicados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), que mostra 21.959 casos prováveis de Dengue registrados até o dia 26 de julho. Destes, 13.125 casos foram confirmados. Onze óbitos estão em investigação e quatro foram confirmados após exames.

Os casos de Chikungunya também subiram. Atualmente são 5.850 suspeitos, 4.729 confirmados e um óbito também confirmado.

Quanto ao Zika vírus, são 97 casos prováveis e 17 confirmados em todo o estado.

Dados da SES mostram ainda que o número de casos de Dengue diminuiu em proporção, relacionados ao mesmo período do ano passado, porém aumentaram as notificações das outras doenças. Se em 2020, do total de casos, 97,2% era de Dengue, 2,4% de Chikungunya e 0,4% de Zika vírus, neste ano 78,7% é de casos de Dengue, 20,8% de Febre Chikungunya e 0,5% de Zika vírus.

A macrorregião Oeste, com sede em Divinópolis e que Pará de Minas faz parte, continua em médio risco de casos autóctones e em gestantes de Zika e Chikungunya.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, Lagoa da Prata é a cidade do Centro-Oeste mineiro com o maior número de casos de Febre Chikungunya, totalizando 290 registros e outros dois de Zika vírus. Ainda na região, Formiga tem nove casos de Chikungunya, cinco foram registrados em Itaúna, três casos em Nova Serrana e Pará de Minas, e um em Papagaios. Pará de Minas não registrou nenhum caso de Zika vírus, segundo a SES.

Quanto à Dengue, Lagoa da Prata também é a cidade da região com maior número de casos, 246. Em seguida vem Nova Serrana que registrou 198 notificações e Pará de Minas, que até agora tem 144 casos de Dengue.

Divinópolis registrou 95 notificações da doença nos primeiros setes meses do ano, Pitangui tem 32 casos, Itaúna tem 12 registros, Martinho Campos tem cinco, São José da Varginha seis e Pompéu tem três casos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!