Exposição do cavalo Campolina reúne criadores de todo o Brasil no Parque Francisco Olivé Diniz

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O município de Pará de Minas sedia nesta semana duas importantes exposições no Parque Francisco Olivé Diniz. Desde segunda-feira os melhores exemplares do país do jumento Pêga estão na cidade para participar da 34ª Exposição Nacional. A cidade agradou os criadores que vieram de cada canto do Brasil.

E desde terça-feira (25) a cidade recebe o cavalo Campolina. O parque sedia a 58ª Exposição Estadual da raça, considerada uma das mais bonitas quando se trata de equinos.

O Campolina surgiu da necessidade do criador Cassiano Campolina em ter cavalos de grande porte, ágeis, resistentes e bonitos. Ele cruzou animais das raças Puro Sangue Inglês, Anglo-Normando e de origem Ibérica. Daí surgiu o animal conhecido pelo porte grande, olhar vivo, pescoço musculoso, crinas fartas e sedosas, garupa ampla e longa e de personalidade dócil, movimentos harmoniosos e montaria confortável.

Dezenas de criadores estão na cidade para o evento que reuniu cerca de 200 animais. Marcos Amaral Teixeira, proprietário do Haras Camparal de Araxá, é um dos que sempre participa da exposição em Pará de Minas. Desta vez ele trouxe oito animais para competir em várias categorias como pelagem pampa, marcha batida e picada e macho e fêmea:

Marcos Amaral Teixeira
marcosamaralexpocamp1


O criador destaca as qualidades da raça que ele é um verdadeiro apaixonado:

Marcos Amaral Teixeira
marcosamaralexpocamp2

Emílio Renato Silva é um dos juízes que avaliam os animais. Eles têm a marcha, andamento, morfologia, comodidade e adestramento analisados:

Emílio Renato Silva
emiliorenatoexpocamp

A 58ª Exposição Estadual do Cavalo Campolina no Parque de Exposições Francisco Olivé Diniz acontece até sábado, 29 de junho. A entrada é gratuita durante todo o dia.


Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!