Confirmados mais de 4.670 casos de Dengue em Minas e Pará de Minas supera 50 notificações em 2020

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou nesta terça-feira, 28 de janeiro,  novo Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika vírus. Minas Gerais já registrou, até o momento, 4.671 casos prováveis de dengue e quatro óbitos pela doença continuam em investigação pela Fundação Equeziel Dias (Funed).

Quanto à Febre Chikungunya, foram registrados em 2020, 82 casos prováveis, sendo que um deles em uma gestante. Em relação à Zika, até agora são 34 notificações, três delas em mulheres grávidas.

O Município de Pará de Minas registrou até a liberação do boletim, 55 casos suspeitos de Dengue, que também estão sendo analisados pela Funed. A incidência de casos ainda é considerada baixa – de acordo com o boletim –, e nenhum caso de Chikungunya ou Zika foi registrado na última semana na cidade.

Já a vizinha São José da Varginha continua em situação de alerta com incidência muita alta de casos suspeitos de Dengue. São 55 registrados até agora. O número é considerado alto porque o município possui apenas 4.927 moradores.

A SES pede que o Estado de Minas Gerais permaneça em alerta máximo para combater o Aedes aegypti. É preciso que em cada imóvel, o proprietário tira 10 minutos por semana e faça a limpeza dos quintais, calhas e retire todos os materiais inservíveis.

Também não pode deixar água parada em nenhum lugar, como reservatórios, que devem ser tampados; pneus; vasos de plantas; e todo local onde a água pode ficar parada e são estes os lugares preferidos das fêmeas para botarem os ovos, que se tornam larvas, pupas e rapidinho, viram o mosquito transmissor da Dengue, Febre Chikungunya e Zika vírus.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!