Paraminenses reclamam de jogo de empurra de médicos das UBS’s e UPA; vereador questiona e Saúde responde

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A saúde é uma das áreas com mais investimentos tanto da esfera municipal, como estadual e federal, e mesmo assim, infelizmente, nem todos tem acesso a um serviço público digno e de qualidade. Como exemplos, as longas filas de espera por cirurgias e filas também para consultas e exames.

Em Pará de Minas após algumas mudanças na administração do setor melhorias podem ser notadas. Mas mesmo assim ainda há algumas reclamações.

A redação do Portal GRNEWS recebeu recentemente vários questionamentos de paraminenses. No primeiro dele, a moradora disse que marcou na Unidade Básica de Saúde (UBS) uma consulta para solicitar a receita do remédio contínuo. Neste mesmo dia, ela estava doente e pediu ao médico que a examinasse. Segundo ela o profissional disse que não pois a ficha era apenas para que ele assinasse a receita.

Já outro morador contou que foi até a UBS do seu bairro sentindo muito mal mas como não havia mais fichas para aquele dia o médico não quis atendê-lo e mandou que ele fosse para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Já na UPA, após horas de espera, outro médico disse que como o caso não era urgência ele deveria ter procurado a UBS do bairro, coisa que já havia feito.

O vereador Ênio Talma Ferreira de Rezende (PSDB) sabe como funciona a área da saúde pois foram décadas atendendo na rede pública. Ele defende que os médicos da UBS devem atender todos os pacientes que chegarem, mesmo os que não marcaram antecipadamente:

Ênio Talma Ferreira de Rezende
enioferreiraubsupa1


O vereador afirma ainda que é na UBS que o morador tem todo o suporte na área da saúde. Por isso o médico e toda a equipe devem fazer o possível para ajudar o paciente:

Ênio Talma Ferreira de Rezende
enioferreiraubsupa2

A Secretaria Municipal de Saúde divulga que os casos menos urgentes devem ter a consulta agendada na UBS e as situações de emergência vão diretamente para a UPA.

Como, segundo relatos de alguns paraminenses, a situação não vem acontecendo, a reportagem do Portal GRNEWS procurou o secretário Municipal de Saúde Paulo Duarte que explicou as funções de cada equipamento.

Na unidade básica por exemplo, o paciente não precisa necessariamente ser atendido pelo médico clínico geral. Em alguns casos ele é encaminhado para outro especialista pelo próprio enfermeiro. Além disso, o médico tem outras funções dentro do posto de saúde:

Paulo Duarte
pauloduarteubsupa1


Paulo Duarte citou ainda uma outra situação que tem acontecido em Pará de Minas. Visitantes que querem ser atendidos na UBS, e isso não é permitido:

Paulo Duarte
pauloduarteubsupa2

A Prefeitura de Pará de Minas possui ainda uma Ouvidoria para que a população possa fazer sugestões e neste caso, reclamações. É importante repassar dados como bairro onde a UBS está instalada e nome do médico que não quis fazer o atendimento. A Secretaria de Saúde analisa a situação e dá um parecer ao reclamante. É possível ter a solicitação atendida no portal da Prefeitura, pessoalmente na Praça Afonso Pena, 30, 4º andar, no Centro da cidade ou pelo telefone (37) 3233-5600.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!