Ex-primeira-dama de Pará de Minas Vânia Faria morre após complicações da COVID-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O último adeus a Vânia Maria da Silva Faria foi entre 16 e 17 horas, quando familiares e amigos da família se reuniram em frente à Capela de Santo Antônio, localizada dentro do Cemitério Municipal. As dezenas de coroas mostraram o quanto Dona Vânia, como era mais conhecida, foi importante para a sociedade paraminense.


A ex-primeira-dama tinha 67 anos e faleceu por volta de 6h30 desta quarta-feira, 23 de setembro. Após contrair o novo coronavírus, ficou cerca de 20 dias internada em um hospital de Nova Lima e não resistiu às complicações da COVID-19.


Dona Vânia era casada com o ex-prefeito de Pará de Minas e ex-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Antônio Júlio de Faria. Além de presidente da Rádio Espacial, era conhecida por seu trabalho social e religioso, ajudando famílias carentes da cidade.


O presidente da Câmara Marcílio Magela de Souza (MDB) era amigo pessoal de Vânia Faria que muito o ajudou, segundo ele, desde sua juventude. Para ele uma grande perda pela pessoa que ela era, mas que deixa um legado de generosidade:


Marcílio Magela de Souza
marciliovelovania1


O Município de Pará de Minas decretou luto oficial por três dias. Em nota o prefeito Elias Diniz (PSD) manifestou “profundo pesar pelo falecimento e se solidariza com familiares e amigos, apresentando-lhes sinceras condolências”.

Elias Diniz ressaltou que Dona Vânia contribuiu para o desenvolvimento de Pará de Minas, por meio do trabalho também voluntário.


A Associação Mineira de Municípios (AMM) também divulgou nota de pesar pela morte da ex-primeira-dama, destacando que ela sempre “manteve seu perfil discreto e era atuante em obras e ações sociais e religiosas”.

Vânia Maria da Silva Faria deixa o esposo, Antônio Júlio de Faria, duas filhas e três netas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!