Comer demais durante isolamento social pode agravar transtornos alimentares; nutricionista dá dicas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Muita gente tem falado que engordou durante o período de isolamento social. Seja por estar ansioso devido ao momento de incertezas ou por estar em home office, o que significa mais tempo em casa e mais tempo comendo. Tudo isso pode ser normal desde que a pessoa saiba controlar.

Mas infelizmente o que vem acontecendo é que quem já tinha algum transtorno alimentar piorou neste período ou quem não tinha nenhum problema, começou a comer compulsivamente.

A comida pode se tornar uma válvula de escape pra muita gente e é preciso atenção com isso, pois o alimento pode saciar mas a ansiedade, tristeza e estresse continuam.

A nutricionista Fernanda Medina confirmou ao Portal GRNEWS que durante o isolamento social os transtornos alimentares podem realmente se agravar. Se antes, trabalhando na rua ou dentro da empresa era possível manter uma alimentação mais balanceada, estando em casa a situação se complica e muita gente não consegue comer de forma saudável. Isso é uma doença e pode haver até compulsão alimentar:

Fernanda Medina
fermetransaliment1

As escolhas são as mais importantes conforme destaca Fernanda Medina que explica que durante a compra é importante pensar em alimentos mais saudáveis para que em casa, durante uma crise de ansiedade, só tenha estes produtos indicados:


Fernanda Medina
fermetransaliment2

É importante ainda saber quando pedir ajuda, pois a maioria não consegue sair desta compulsão ou do transtorno alimentar sozinha. Há casos ainda que é preciso ajuda psicológica aliada a um nutricionista que facilitará o dia a dia com um cardápio completo, nutritivo e o mais importante, saudável.

Outra dica da profissional é por tomar bastante água:

Fernanda Medina
fermetransaliment3

Explica ainda como detectar se há algum transtorno em relação à alimentação, o que infelizmente acontece muito, já que nem todos percebem:

Fernanda Medina
fermetransaliment4

Lembrando que o transtorno alimentar é uma doença que modifica completamente o comportamento do paciente e na maioria das vezes, no final, fica o sentimento de descontrole e culpa. Por isso é importante procurar um profissional que vai ensinar tudo em relação ao problema.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!