Confirmações de COVID-19 crescem 123% em 30 dias em Pará de Minas; cidade adere, mas não segue o Minas Consciente

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Após o Município de Pará de Minas anunciar, somente no papel, a adesão ao Plano Minas Consciente do governo estadual na noite de terça-feira (21), já que seguirá cumprindo decreto municipal, conforme publicado pelo Portal GRNEWS os casos do novo coronavírus (COVID-19) na cidade continuam subindo de maneira preocupante.

Mas para cumprir de fato a decisão judicial que obriga aos municípios a aderirem ao Minas Consciente, como disse o procurador-geral do Município Hernando Fernandes da Silva, a cidade só poderia manter em funcionamento os serviços essenciais. Todos os demais deveriam ser fechados imediatamente.

Isso porque Pará de Minas está na região Oeste do plano estadual, que por sua vez está classificada como Onda Verde. Diante disso só poderiam funcionar os considerados serviços essenciais.

Mas como segue obedecendo ao decreto municipal, Pará de Minas somente cumpre a ordem judicial no que tange ao anúncio de adesão, mas na prática continua tudo como antes. Não estão sendo obedecidas as regras as quais a cidade deveria adotar para evitar a propagação do coronavírus.

O argumento do município é que o governo de MG abriu consulta pública para receber sugestões que poderão mudar ou não o plano. Apenas por esta razão, Pará de Minas decidiu não cumprir o que determina o Minas Consciente até 28 de julho, quando expira o decreto municipal. Depois disso, a adequação será analisada.

O aumento de casos e registros de mortes em decorrência da COVID-19 em Pará de Minas, mostra que é cada vez mais importante a conscientização da população em seguir as recomendações dos especialistas em saúde, como o uso de máscaras e o distanciamento social. Até porque o Ministério da Saúde defende uma coisa, o governo de MG outra e Pará de Minas adotou uma terceira via. Os políticos não se entendem e não existe um parâmetro único ou um discurso igual da União, Estado e Município sobre o enfrentamento do novo coronavírus visando a preservação da saúde da população.

O Portal GRNEWS teve acesso aos dados atualizados pela Secretaria Municipal de Saúde divulgados no início da tarde desta quarta, 22 de julho, confirmando que 116 pessoas testaram positivo para COVID-19 na cidade desde o início da pandemia. O aumento é de aproximadamente 123% de casos somente em um mês, já que em 22 de junho estavam confirmados 52 casos.

Quando aos que testaram positivo e se recuperaram, são 100 pacientes que agora retomaram a vida normal. Outros cinco permanecem internados devido ao quadro clínico e oito estão em isolamento domiciliar.

Subiu também o número de casos suspeitos, passando para 1.198 notificações de pessoas com síndromes gripais. Destas, 1.039 estão curadas e outras 160 permanecem sendo acompanhadas pelas equipes de saúde.

Dos exames realizados pelo Município, 1.185 pessoas testaram negativo. Três óbitos em decorrência da COVID-19 estão confirmados na cidade e outros dois estão em investigação. A expectativa é que o resultado seja divulgado ainda esta semana.

HNSC
Estão internados na ala restrita do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) 13 pacientes. Destes, cinco paraminenses testaram positivo para COVID-19 e outros três foram descartados. Cinco pacientes, sendo dois de Pará de Minas e três de outras cidades aguardam o resultado dos exames.

Segundo a assessoria de comunicação do HNSC, nas últimas 24 horas um paciente que estava internado testou positivo e outro testou negativo. Ambos continuam internados na ala destinada ao atendimento à pacientes com suspeitas ou diagnóstico positivo do novo coronavírus.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!