Entidades paraminenses recebem recursos federais para combate a COVID-19; total supera R$ 480 mil

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Portaria nº 369 de abril de 2020 autorizou um repasse financeiro para ações socioassistenciais e estruturação da rede do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) aos municípios que decretaram estado de calamidade pública ou situação de emergência devido à pandemia do novo coronavírus. Este decreto deveria ser reconhecido pelos governos estadual ou federal.

Como Pará de Minas decretou a situação de emergência e teve o reconhecimento por parte do governo, entidades inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal receberam, cada uma, um valor para ajudar na manutenção dos serviços prestados.

A Cidade Ozanam, o Instituto Integrar Vidas, Abrigo Casa do Caminho, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Inspetoria São João Bosco foram as entidades contempladas na cidade através da Portaria federal.

Renato dos Santos Pinto é presidente do Abrigo Casa do Caminho que trabalha com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, risco, maus tratos e abandono. Estes jovens, hoje são quatro encaminhados para a instituição, e o abrigo faz o papel de família social. A entidade recebeu R$ 20 mil em ajuda para manter os serviços:

Renato dos Santos Pinto
renatosprecurfederal1

A Cidade Ozanam também recebeu a ajuda federal no valor total de R$ 392 mil. Atualmente a entidade cuida de 47 idosos. O repasse apoiará a execução do serviço de acolhimento, implementará ações suplementares e emergenciais, além de adquirir alimentos ricos em proteína para os internos. Mas o desejo do presidente Sebastião de Oliveira Gonzaga era utilizar o valor para fazer uma reforma urgente na entidade:


Sebastião de Oliveira Gonzaga

sebastiaoogrecufederal1

Cíntia Alves Fernandes Lacerda é analista administrativo da Inspetoria São João Bosco que recebeu na manhã desta terça-feira, 20 de outubro, R$ 298.870,72. O repasse não faz parte da Portaria federal, mas no evento o Município aproveitou para entregar o valor à entidade referente ao Programa Amigo de Valor do banco Santander. O Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FIA) entregou o cheque simbólico à instituição que poderá continuar executando seus serviços e aumentará para 200 o número de crianças e adolescentes atendidos mensalmente:


Cíntia Alves Fernandes Lacerda

cintiaflrecufederal1

Também receberam recursos do governo federal o Instituto Integrar Vidas, no valor de R$ 56 mil; e a Apae, R$ 20 mil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!