Com presença da primeira-dama do Brasil e ministro da Cidadania, Surdolimpíadas é aberta oficialmente em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foi aberta oficialmente na manhã desta sexta-feira, 21 de junho, a 2ª Surdolimpíadas do Brasil. A competição foi realizada pela primeira vez em maio de 2002 em Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Desta vez tem o apoio do Ministério do Esporte que liberou verba de R$130 mil para custeio das despesas. O recurso veio através do deputado federal Eduardo Barbosa.


Cerca de 320 atletas de 14 estados brasileiros estão em Pará de Minas para o campeonato que reúne 11 modalidades esportivas, entre elas atletismo, badminton, basquete, futebol de campo, handebol, judô, karatê, natação, tênis de mesa, vôlei e xadrez.


Quem organiza é a Confederação Brasileira de Desportos de Surdos (CBDS) que vê nesta competição uma forma de mostrar a toda a população que a deficiência auditiva não limita a capacidade, nem os sonhos de ninguém.


Desde o mês passado, a expectativa era grande para a realização do evento na cidade, e no início desta semana foi cogitada a possibilidade da presença da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, comparecer para a abertura. O Portal GRNEWS fez então contato com o deputado federal Eduardo Barbosa que confirmou em primeira mão a vinda de Michelle a Pará de Minas.

Desde então a movimentação na cidade era outra. A Polícia Federal junto à Rodoviária Federal realizaram reuniões com as polícias Militar e Civil para traçar estratégias para garantir a segurança da primeira-dama e também do ministro Osmar Terra, titular do Ministério da Cidadania, que também confirmou presença.


Michelle Bolsonaro, desde a campanha do marido à presidente da República, se mostrou acessível e a favor das pessoas com deficiência, especialmente, os surdos. Um tio deficiente auditivo a ensinou o alfabeto em Libras quando ela tinha oito anos. Depois, em 2015, passou a se dedicar à linguagem de sinais. Ela defende, inclusive está em conversa com o Ministério da Educação (MEC), a obrigatoriedade de Libras como disciplina escolar.

É que de acordo com o Censo de 2010 do IBGE, existem hoje no Brasil quase 10 milhões de surdos, e destes, um milhão são jovens de até 19 anos.


Na abertura a primeira-dama discursou em libras. Emocionada, ela agradeceu a receptividade e deu uma notícia importante: a Caixa Econômica Federal irá construir em Brasília a sede da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos.

A imprensa foi convidada a ir até a Casa da Cultura no Centro de Pará de Minas onde Michelle Bolsonaro daria entrevista coletiva. No local ela apenas tirou fotos com políticos e admiradores, tomou um café e saiu, sem conceder a entrevista.

Mas o ministro da Cidadania Osmar Terra atendeu à imprensa. Ele citou o apoio ao esporte para os deficientes auditivos:


Osmar Terra
osmarterraabertura1

O ministro também falou sobre a construção da sede da Confederação e trouxe outras novidades para o esporte:

Osmar Terra
osmarterraabertura2

O recurso para realização da competição em Pará de Minas foi um pedido do deputado federal Eduardo Barbosa (PSDB) que ficou emocionado na abertura do evento. Ele, que também é médico e ex-presidente da APAE, contou como era a rotina dos surdos paraminenses há alguns anos que tinham que estudar na Associação pois não havia apoio na escola regular:


Eduardo Barbosa
eduardobarbosaabertura1

O secretário municipal de Esportes, Lazer e Turismo Paulo Francisdale participou da abertura e destacou a importância do evento para o esporte e para a cidade, que se tornou assunto em todo o país:


Paulo Francisdale

paulofrancisdaleabertura1

Cleide Pereira Haseyama é professora de libras da educação básica na cidade de São Paulo. Ela também esteve presente na abertura da Surdolimpíadas e destaca a visibilidade que o atleta deficiente auditivo tem com eventos como este. Nestas competições eles são valorizados por todas as qualidades que têm:


Cleide Pereira Haseyama

cleidepereiraabertura

As competições acontecem até domingo, 23 de junho. Toda a programação pode ser conferida no site da Surdolimpíadas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!