Pará de Minas registra caso suspeito de Chikungunya e mais de 30 notificações de Dengue

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Estado de Minas Gerais registrou nos primeiros 20 dias do ano, 2.246 casos prováveis de Dengue. Três óbitos estão em investigação para a doença.

Em relação à Febre Chikungunya, são 44 notificações sendo um deles em gestante. E quanto ao Zika vírus, são 11 casos em investigação e destes duas suspeições acometeram gestantes.

Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES) que tem divulgado o Boletim Epidemiológico semanalmente como forma de alertar tanto as autoridades quanto a população da importância de ações e medidas que combatam efetivamente o Aedes aegypti.

Em Pará de Minas até agora foram notificados 33 casos suspeitos de Dengue. Na segunda semana de janeiro, o município também registrou um caso suspeito de Chikungunya, segundo informações da SES. A notificação está em investigação pela Fundação Ezequiel Dias (Funed).

Nenhum dos casos notificados em Pará de Minas é grave ou alarmante. Já em Nova Serrana, uma suspeição tem sinal de alarme, o que preocupa as autoridades. Outro município que chama a atenção é São José da Varginha que está com incidência considerada muito alta. Dos 4.927 moradores, 37 são suspeitos de ter contraído Dengue. As amostras já foram enviadas à Funed para análise.

Nesta semana agentes de combate a endemias estão nas ruas da cidade coletando amostras para o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa). Cerca de 1.800 imóveis devem ser visitados e é importante que a população acolha bem estes trabalhadores.

É a partir do resultado obtido no LIRAa que a Secretaria Municipal de Saúde poderá promover ações de combate ao Aedes aegypti.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!