IMA realizará primeira etapa de vacinação contra febre aftosa em maio, apesar da pandemia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Após recomendações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que decidiu manter o calendário 2020 de imunização contra a febre aftosa, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) confirmou que manterá a imunização de bovinos e bubalinos como era esperado.

Conforme a orientação, a partir de 1º de maio, criadores de Minas Gerais devem imunizar o rebanho de todas as idades contra a doença. A vacinação, segundo o IMA é fundamental para preservar a sanidade dos rebanhos e assim manter o compromisso com a saúde pública. A imunização também é parte de acordos firmados com a Organização Internacional de Saúde Animal (OIE).

A vacinação foi mantida mas houve alterações na data, com extensão para que os criadores possam vacinar o rebanho sem problemas, como afirma ao Portal GRNEWS o chefe do escritório seccional do IMA de Pará de Minas, Lucas Silva Jardim:

Lucas Silva Jardim
lucassjmantemfebaf1


Desde o início da pandemia do novo coronavírus no país, o IMA está com atendimento presencial suspenso e os servidores trabalham no modo home office. Quase todos os serviços oferecidos pelo Instituto podem ser solicitados no site do órgão. Lucas Silva lembra que a declaração, desta vez, será feita também pela internet:

Lucas Silva Jardim
lucassjmantemfebaf2

O IMA também lembra a importância do produtor ter cuidados específicos com a vacina, e as loja autorizados a revender estão se preparando para atender a demanda:

Lucas Silva Jardim
lucassjmantemfebaf3

Lucas Silva Jardim ainda destaca que estas são informações iniciais e o IMA deve publicar novas medidas quanto à vacinação e por isso é importante que os produtores estejam atentos aos veículos de comunicação:

Lucas Silva Jardim
lucassjmantemfebaf4

A febre aftosa é uma doença infecciona aguda que provoca febre, seguida de aftas na boca e pés de animais. A doença raramente é fatal e o principal efeito da febre aftosa é comercial, pois afeta diretamente a abertura de novos mercados e manutenção dos já existentes. A única forma de prevenção é a imunização de todo o rebanho.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!