Lançado edital de licitação para realizar obra em rede pluvial e acabar com cratera em rua do Cecília Meireles

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os moradores do Residencial Cecília Meireles não estão satisfeitos com a demora por parte da prefeitura de Pará de Minas em realizar as obras necessárias para acabar com uma cratera aberta em uma de suas ruas que vem causando muitos transtornos.

Esse buraco foi aberto há alguns meses e inicialmente a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura havia dito que o reparo deveria ser realizado pela empreiteira que construiu os imóveis do residencial, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida do governo federal.

Posteriormente foram constatados atos de vandalismo que complicaram ainda mais a situação. A tubulação da rede pluvial foi construída com canos que contém material inflamável em sua composição e atearam fogo destruindo ainda mais os tubos.

Após a chuva forte que caiu em Pará de Minas na tarde de 27 de dezembro d 2018, o cenário piorou ainda mais. Com isso a prefeitura confirmou que os reparos seriam realizados pelo município.

Inicialmente a estimativa de gastos girava entre R$ 600 e R$ 800 mil para realizar a obra no Residencial Cecília Meireles. Mas nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, a Divisão de Licitação da prefeitura publicou o edital para a realizar aquela obra.

O objetivo é contratar uma empresa para prestação de serviço de reconstrução de drenagem urbana no Residencial Cecília Meireles, incluindo fornecimento de materiais. O valor estimado é de R$ 309.026,07. A abertura dos envelopes será às 14 horas do dia 11 de março.

Os moradores do Residencial Cecília Meireles estão ansiosos pela obra e temerosos em conviver diariamente com o perigo na porta de suas casas, devido à cratera com cerca de quatro metros de profundidade.

Como estamos em período de chuvas, o buraco vai abrindo cada vez mais, já que a água não tem como escoar. A enxurrada faz aumentar o diâmetro do buraco, arrebentando o calçamento, acumulando um grande volume de terra, formando um lamaçal na parte de baixo do residencial.

Vários condutores de veículos, inclusive de ônibus e vans escolares, evitam passar pelo local, com medo de que por baixo a base da via esteja comprometida e afunde com o peso dos veículos, com isso as famílias que dependem do transporte são ainda mais prejudicadas.

A prefeitura de Pará de Minas pensou em licitar a obra em caráter de emergência, mas não foi possível. Mas com a publicação de hoje do edital de licitação, a obra deve ser realizadas com mais rapidez, como espera o vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, José Porfírio de Oliveira Filho:


José Porfírio de Oliveira Filho
obraceciliameireleszeze1

A obra está estimada em R$ 309.026,07 e será realizada com recursos próprios da prefeitura de Pará de Minas. A expectativa era que a Caixa Econômica Federal, que é subsidiária do Programa Minha Casa Minha Vida, arcasse com as despesas, mas o banco alegou que o problema ocorrido não era passível de garantia. Agora é aguardar os prazos previstos em lei:

José Porfírio de Oliveira Filho
obraceciliameireleszeze2

O material utilizado na atual rede é inflamável, e devido ao fogo colocado na tubulação toda rede foi prejudicada. José Porfírio de Oliveira Filho garante que as próximas instalações serão feitas de concreto para evitar que isso se repita:

José Porfírio de Oliveira Filho
obraceciliameireleszeze3

Até o momento não se sabe quem ateou fogo na tubulação de drenagem da rede pluvial no Residencial Cecília Meireles. O ato de vandalismo prejudicou a comunidade e os cofres da prefeitura de Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!