Pará de Minas se despede de Pedro Moreira. Professor não resistiu a um AVC

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

pedro_moreira
Apesar de uma vida ativa e ainda atuante em sua carreira como professor e escritor, Pedro Moreira foi vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) na última quinta-feira, dia 14, enquanto lecionava.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Pedro Moreira nasceu em Pará de Minas, filho do engenheiro-agrimensor Joaquim Marinho Mendonça e da professora Ignésia Moreira Mendonça. Passou sua infância junto aos 5 irmãos acompanhando o crescimento acelerado da rua Benedito Valadares, onde morava. E desse tempo teve boas lembranças que, foram registrados com clareza e perfeição de detalhes em seus casos. Foi ainda criança que descobriu o gosto pela leitura, sempre acompanhando a mãe no trabalho, dava seu jeito para aprender os ensinamentos da habilidosa professora.

Pedro cursou o primário e o ginasial em Pará de Minas e o clássico em Belo Horizonte. Bacharel em Direito e formado em Letras. A história junto à educação foi tão intensa que seu primeiro emprego foi no Colégio Comercial Nossa Senhora da Piedade. Lecionou Português na Escola Estadual Fernando Otávio, em Pará de Minas, havendo também lecionado Linguística na faculdade local quando extensão da PUC de Minas Gerais.

Além de professor, Pedro Moreira também atuou como revisor de textos, consultor e professor particular.

Talvez uma das maiores características de Pedro Moreira foi seu amor e conhecimento à língua portuguesa. Diversas pessoas tiveram o privilégio de aprender com aquele que é considerado pela população da cidade como um dos maiores mestres da língua, tendo exercido sua função de professor até o fim de sua vida.

Na área da literatura, Pedro Moreira deixa também uma grande contribuição. Autor dos livros Casos & Coisas do Pará Antigo, Cronicontos e O Pássaro e a Dona & Outros Textos.

pedro_moreira1
A linguagem utilizada por este mestre sempre foi muito particular. Seus textos logicamente apesar de muito bem escritos de uma forma bastante clara eram ilustrados com bom humor mantendo um tom crítico mas, mantendo sempre seus conhecimentos e demonstrando sua inteligência.

Para seus alunos escreveu diversos trabalhos, entre eles, Redação, Programa de Português e os Termos da Oração.

Até o final de sua vida, Pedro exerceu também uma das funções que mais gostava. Dono de um grande conhecimento intelectual foi, há mais de 15 anos, colaborador do Jornal da Ascipam, com sua coluna Canto de Página, quando através de suas crônicas, levou informação, conhecimento, apresentou o Pará antigo com riqueza de detalhes, lembrando sempre as tradições e costumes de sua terra natal.

Isso sem falar que isso foi sua contribuição mais recente ao jornalismo da cidade do estado. Sendo que foi o editor-chefe de um antigo jornal de Pará de Minas e também foi colaborador do jornal Estado de Minas.

Pedro Moreira foi casado com Marilda Marinho Mendonça, pai de Rosângela Mendonça e Flávia Mendonça, e avô amoroso de Renata, Paula, João e Pedro.

Mas Pedro não cativava as pessoas somente através de seus textos mas, sobretudo, aquelas que o conheciam pessoalmente.

Pedro será lembrado como um homem sereno e prestativo, extremamente dedicado à família, carinhoso e muito culto.

O sepultamento acontecerá ás 9 horas da manhã desta segunda-feira, dia 18 de abril, no Cemitério Santo Antônio, em Pará de Minas.

Apesar da triste notícia de sua morte, diversas pessoas, entre elas, familiares, alunos, companheiros, amigos e admiradores fizeram questão de prestarem suas últimas homenagens e dar o adeus ao querido professor, em nome de toda a cidade, dizendo em um português bem claro, como foi ensinado por ele, um sincero “muito obrigado”. Com informações e fotos de Geyse Inácio.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!