Pai e filho acusados de assassinar homem a facadas continuam detidos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O município de Pará de Minas registrou mais um caso de homicídio na tarde de domingo, 15 de outubro. O crime aconteceu na rua Limeira, bairro São Pedro, e envolveu o fim de um relacionamento entre um casal.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Uma mulher de 31 anos disse a Polícia Militar que estava em casa acompanhada dos filhos menores, seu irmão e de um amigo de 40 anos. Em determinado momento chegou ao local seu ex-amásio de 35 anos e o filho dele de 14 anos.

O homem jogou uma pedra no telhado da casa e exigiu que a ex-mulher saísse para conversar. Disse em alto tom de voz que se ela não acatasse seu pedido ele quebraria a casa toda.

Ao abrir o portão, o ex-amásio sacou um punhal e foi em direção à dona da casa. Com isso o amigo de 40 anos interveio com um pedaço de pau e tentou separar a briga. Os dois entraram em luta corporal.

O filho do agressor de 35 anos também participou da briga. O adolescente atingiu um golpe de faca no braço do homem de 40 anos. Já o autor de 35 anos agrediu a vítima com um golpe de punhal no pescoço. A mulher e testemunhas disseram que o menor ainda se sujou com o sangue da vítima e disse que assumiria o crime no lugar do pai, pois para ele não daria nada por ser menor.

Após o crime, pai e filho entraram em um Palio cinza e fugiram em direção ao bairro Grão-Pará. Porém, foram localizados durante o rastreamento da Polícia Militar, detidos e encaminhados para a Delegacia Regional de Polícia Civil.

Na casa dos suspeitos foram encontradas as armas brancas usadas no crime e camisas com pingos de sangue. O material estava dentro de uma máquina de lavar roupas. O veículo usado no crime foi apreendido.

João Henrique Furtado de Oliveira, delegado Regional da Polícia Civil de Pará de Minas, informa que os dois envolvidos tiveram a prisão e a apreensão ratificadas e ficarão à disposição da Justiça:


João Henrique Furtado de Oliveira
homicidiojoaohenrique1

O menor de 14 anos será apresentado ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e a expectativa é de que a Justiça decrete a internação em uma unidade de recuperação. Já o autor de 35 anos foi preso:

João Henrique Furtado de Oliveira
homicidiojoaohenrique2

As denúncias de agressões e outras violações de direitos devem ser feitas pelas mulheres. Só dessa forma será possível a Justiça estabelecer as medidas protetivas e tomar as devidas providências legais:

João Henrique Furtado de Oliveira
homicidiojoaohenrique3

A Delegacia de Mulheres da Regional de Segurança Pública de Pará de Minas desenvolve um projeto de combate à violência doméstica com o tema: “Bem Viver, a Pena que Vale a Pena”. Os agressores e suas esposas participam de um acompanhamento feito por uma psicóloga e uma advogada.

O trabalho tem rendido bons resultados e reduzido o índice de reincidência das agressões. Tudo é realizado com o aval do Ministério Público e a Vara de Execuções Penais da Comarca de Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!