Hiperdia atende paraminenses com hipertensão ou diabetes e muda de endereço para facilitar acesso

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Duas doenças silenciosas têm causado mortes e crescem cada vez mais no mundo. No Brasil não é diferente. O país é o quarto com maior número de diabéticos no mundo. Segundo o Ministério da Saúde são 12,5 milhões de brasileiros afetados e os casos crescem 61% a cada dez anos, de acordo com pesquisa recente.

Já a hipertensão atinge mais de 30 milhões de brasileiros e infelizmente apenas 10% fazendo o tratamento adequado, segundo o Ministério da Saúde.

Mas não é por falta de opção. Além da rede particular, os brasileiros contam com programas tanto federais quanto estaduais para o controle certo das doenças.

Em Pará de Minas, a rede municipal de saúde, também oferta serviços gratuitos para estes doentes. O programa Hiperdia funciona com orientações e também distribuição de insumos.

É feito um cadastro dos pacientes e os portadores de hipertensão ou diabetes são acompanhados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antes o Hiperdia funcionava em uma sala na Policlínica Municipal Nossa Senhora da Piedade, no bairro Nossa Senhora das Graças. Mas para facilitar o acesso e centralizar os serviços, o programa agora está no Centro de Serviços Urbanos (Censu) na antiga rodoviária. A enfermeira responsável Marta Cristina Duarte explica os serviços oferecidos gratuitamente no programa:

Marta Cristina Duarte
martacristinahiperdia1


Os hipertensos também são atendidos no Hiperdia. É feito um cadastro e eles recebem orientações:

Marta Cristina Duarte
martacristinahiperdia2

O programa Hiperdia funciona na Praça Torquato de Almeida, 100, Centro, de 7h30 às 11 horas, de segunda a sexta-feira.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!