Governo de MG adia matrícula na rede estadual de ensino e preocupa pais paraminenses

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Pais de Pará de Minas e de todo o estado de Minas Gerais estão preocupados com os filhos que já deveriam estar matriculados na rede estadual de ensino. Após alguns adiamentos e atrasos, seria divulgada nesta quarta-feira, 15 de janeiro, a primeira chamada de encaminhamento dos alunos. A partir das informações é que os pais buscariam a escola definida para matricular o aluno.

Por um problema técnico a divulgação foi novamente adiada. O Portal GRNEWS recebeu durante todo o dia reclamações de pais e responsáveis que estão ansiosos para garantir a vaga do filho na rede estadual de ensino.

Eles temem que com a demora percam a vaga na unidade escolar e que até mesmo o ano letivo seja prejudicado. Como informado antes pela Secretaria de Estado de Educação (SEE) o prazo final para a matrícula seria 20 de janeiro, e o ano letivo iniciaria no dia 10 de fevereiro, o que pode mudar graças aos adiamentos.

A SEE ainda não tem previsão para divulgar a lista com o nome do estudante e qual a escola definida pra ele, nem pode confirmar se o ano letivo iniciará na data prevista inicialmente. Em nota a Secretaria disse que “o sistema, que é inédito no estado, passa por ajustes técnicos para viabilizar a divulgação para a população. Toda a equipe técnica da secretaria está trabalhando ininterruptamente e com todo empenho para solucionar a situação o mais rápido possível. A SEE explica que toda mudança gera desafios, porém garante que o novo processo de matrícula beneficia toda comunidade escolar. Entre as vantagens estão maior transparência na distribuição das vagas, segurança administrativa para os diretores das escolas e o fim da superlotação nas salas de aula.”

Informou ainda que assim que a situação for regularizada, as datas da lista e do novo calendário, serão divulgadas. Ressaltou ainda que “nenhuma pessoa ficará sem vaga nas unidades escolares e reafirma que o início do ano letivo não será prejudicado.”

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!