Olho Vivo: prefeito diz que reunião definirá início da implantação do projeto em Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Há anos os paraminenses esperam pela implantação do Olho Vivo. O sistema de monitoramento por vídeo auxilia a Polícia Militar no trabalho e consegue inibir ou até mesmo evitar crimes onde as câmeras estão instaladas. Além disso, caso o delito aconteça é possível identificar os criminosos.

Em agosto de 2018 o prefeito Elias Diniz (PSD) assinou um Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para implantar a Cidade Digital. No programa, o Olho Vivo é a primeira etapa.

O projeto está pronto há meses e contempla 35 câmeras na fase inicial que serão instaladas em pontos estratégicos da cidade e também alguns distritos. O investimento inicial é de R$ 2,4 milhões.

Mas para que seja implantado é necessária ativação da Guarda Civil Municipal (GCM) e também a construção de uma sala no Quartel da Polícia Militar de Pará de Minas. Da sede da 19ª Companhia Independente, militares poderão monitorar a cidade 24 horas por dia.

Mais um passo pode ser dado para tirar o projeto do papel. É que na próxima semana será realizada uma reunião entre representantes das polícias Civil e Militar, Prefeitura e Associação Empresarial de Pará de Minas (Ascipam) para pontuar o projeto e dar início ao Olho Vivo na cidade, como explica o prefeito Elias Diniz.


Elias Diniz
eliasolhovivo1

Ainda sobre segurança, na sexta-feira (10) foram entregues pelo governador Romeu Zema (Novo) 625 novas viaturas para 494 cidades mineiras. Pará de Minas foi um dos municípios contemplados com o reforço na segurança e nesta semana três novos veículos chegam à cidade. Duas viaturas ajudarão os militares dentro do município e uma caminhonete será utilizada nas comunidades rurais:

Elias Diniz
eliasolhovivo2

Sobre o Olho Vivo, foi realizado um estudo que analisou quais pontos da cidade devem ter as câmeras instaladas nesta primeira etapa do projeto.

Entre os locais estão a entrada do bairro Jardim Castelo Branco, quatro câmeras na Rua Benedito Valadares, Praça Francisco Torquato, no início e fim da Avenida Presidente Vargas, em frente a Escola Estadual Fernando Otávio, na Praça da Bíblia no bairro Recanto da Lagoa;

Também será instalada câmera no semáforo onde inicia a Rua Padre Libério no bairro JK, no trevo do bairro Padre Libério sentido a São José da Varginha, no Distrito Industrial, na Unidade Básica de Saúde do bairro Santos Dumont e na Avenida Nossa Senhora da Piedade.

A expectativa é que as mais de 60 câmeras estejam instaladas até 2021.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!