MUSPAM recupera livros católicos que retratam parte da história de Pará de Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A preservação da história ajuda as novas gerações a descobrir lições passadas que ainda fazem a diferença. Como as ações desenvolvidas ontem explicam o hoje e vislumbram o amanhã, é importante manter os registros dos fatos.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter


A história do município de Pará de Minas é muito rica e conta com a participação de vários nomes importantes, entre eles, Manoel Batista, Benedito Valadares Ribeiro, Ovídio de Abreu e Torquato de Almeida.

O Museu Histórico de Pará de Minas (MUSPAM) conta com um belo acervo de livros, vídeos, roupas, fotos e outros objetos que fizeram parte da vida de muitos paraminenses ilustres.


Recentemente foi desenvolvido um trabalho de recuperação de três livros religiosos que relembram a época em que foi decretada a Vila do Pará. As obras são importantíssimas para a cultura do município.

Ana Maria Campos, gerente do MUSPAM, informa que são exemplares muito raros e remontam os anos de 1859 e 1875. Um deles conta a história de todos os santos católicos e outro é um manual de missa e confissão:


Ana Maria Campos
livrosmuspamanamaria1

Os livros pertenceram a Joaquim Moreira dos Santos, doador do terreno onde foi construída a Estação do Pará, na praça Torquato de Almeida, Centro:

Ana Maria Campos
livrosmuspamanamaria2

De acordo o restaurador Evaldo Firmino, o trabalho começa com a desmontagem da publicação. Depois é feita uma limpeza cabal, folha por folha, e em seguida colocadas folhas especiais para restauração:


Evaldo Firmino
livrosmuspamevaldofirmino


A mão de obra foi feita pelo servidor público municipal e os materiais foram adquiridos pela Prefeitura de Pará de Minas. Mais uma ação relevante, que contribuiu sobremaneira para a preservação de fatos históricos do povo de Pará de Minas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE