Igreja, MP e Bombeiros pedem troca de fogos de artificio por ajuda à Cidade Ozanam no Dia de Nossa Senhora Aparecida

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Anualmente os católicos mantém a tradição de soltar fogos de artifício no dia 12 de outubro em honra a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. É uma maneira que muitos devotos demonstrar a fé na santa.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os céus de Pará de Minas e todas as cidades brasileiras ficam tomados pelos sons e fumaças de foguetes e rojões. As manifestações de reverência à mãe de Jesus Cristo ocorrem tradicionalmente a partir das 12 horas e se estendem por alguns minutos.


Porém, aconteceram alguns casos que as bombas dos fogos caíram acidentalmente em vegetações secas e o fogo se alastrou. Os incêndios se espalharam rapidamente por causa do mato seco e o calor, provocando grandes perdas ambientais.

Por esta razão, este ano representantes da Igreja Católica, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o Corpo de Bombeiros de Pará de Minas se reuniram para discutir soluções para o problema. Ao final, concluíram que o ideal é evitar a queima de fogos.


Delano Azevedo Rodrigues, promotor de Justiça e curador do Meio Ambiente da Comarca de Pará de Minas, explica que os fieis católicos devem continuar exercendo a fé. Ele ressalta que a Igreja Católica está apoiando a campanha.

Destaca que é importante evitar danos à saúde pública, ao patrimônio dos outros e ao meio ambiente. Por isso a sugestão é demonstrar a devoção através de orações e até mesmo doações a entidades assistenciais:


Delano Azevedo Rodrigues
fogosdelano

Tenente Davi Braga Linke, comandante da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros de Pará de Minas, revela que o histórico demonstra um aumento da ocorrência de incêndios florestais na região devido a soltura de fogos de artifício no dia 12 de outubro:

Tenente Davi Braga Linke
fogostenentedavi1

O oficial explica que o atendimento dessas queimadas é dificultado pela topografia da região que possui muitos relevos. O efetivo não consegue atender as chamadas devido as dificuldades de acesso e outros empecilhos:


Tenente Davi Braga Linke
fogostenentedavi2

O padre Charley Marcelino Silva, administrador da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, pede aos devotos de Nossa Senhora Aparecida, que troquem o investimento na queima de fogos por doações de recursos financeiros para ajudar a arrumar as portas e o telhado da Cidade Ozanam em Pará de Minas:


Padre Charley Marcelino Silva
fogospadrecharley

Soltar fogos de artifício não é uma prática contrária à legislação brasileira. Por este motivo o Ministério Público e o Corpo de Bombeiros estão orientando os fieis a evitarem a prática para que não ocorram acidentes e danos.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!