Superintendente da Turi explica processo para obter passe livre nos ônibus e denuncia fraude

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Lei Municipal nº4045 que garante o passe livre no transporte público coletivo de pessoas com deficiência física, visual, auditiva e mental; pessoas carentes com mais de 60 anos; e idosos a partir de 65 anos de idade foi sancionada em 2002 pelo então prefeito de Pará de Minas e hoje deputado estadual Inácio Franco (PV). No caso das pessoas com deficiência que necessitam de acompanhamento, a gratuidade também é extensiva a elas.

A Turi é responsável pelo transporte no município e pela confecção das carteirinhas do passe livre, porém é preciso passar pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social. O interessado deve entregar uma série de documentos ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do seu bairro. Em seguida uma perita da Secretaria de Saúde ou os próprios técnicos do CRAS, realizam a conferência e repassam à Turi os nomes aprovados.

Para cumprir todos estes trâmites há um prazo máximo de 15 dias para confecção do passe e entrega a pessoa com necessidades especiais ou idosa. Porém, a redação do Portal GRNEWS tem recebido há meses reclamações de usuários com direito ao passe livre, mas há demora na entrega.

Por esta razão a reportagem conversou sobre o assunto com o superintendente da empresa Djalma Rocha, que explica o passo-a-passo do processo para obtenção do passe livre nos ônibus urbanos em Pará de Minas:

Djalma Rocha
djalmarochapasselivre1

Djalma Rocha está gerenciando a empresa em Pará de Minas há quase dois meses. E se deparou com uma peculiaridade: são mais de quatro mil passes livres gratuitos em Pará de Minas e muitos irregulares.

Os fiscais reportam a Djalma os problemas enfrentados no dia a dia. Tem até fraude em que um homem que se veste de mulher e utiliza o cartão da mãe já falecida para andar nos ônibus. Há ainda situações em que usuários vendem o passe e outros com nenhum tipo de necessidade especial utilizando a gratuidade:

Djalma Rocha
djalmarochapasselivre2

Djalma Rocha pede que os usuários denunciem caso notem alguma irregularidade:

Djalma Rocha
djalmarochapasselivre3

A expectativa da Turi é fazer a chamada prova de vida nos próximos meses. Todos com cartão deverão ir a um ponto específico comprovar a necessidade de ter o passe livre. Ainda não está confirmada data nem local para esta apresentação.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!