HNSC suspende convênio com IPSEMG e só atenderá casos de urgência e emergência a partir desta sexta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


A crise financeira do governo de Minas Gerais continua gerando graves problemas na área da saúde. Uma prova disso é a suspensão do atendimento pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG).

A medida já foi tomada por hospitais da região metropolitana de Belo Horizonte e de municípios da região Centro-Oeste de Minas Gerais. As unidades de saúde alegam que não está sendo feito o repasse de verbas para custeio dos serviços.

Consequentemente os municípios, que também estão sem capacidade de investimentos, fazem verdadeiras engenharias financeiras para ajudar os hospitais e evitar um caos total na saúde pública.

Todo mês o estado desconta na folha de pagamento dos servidores públicos a contribuição para o IPSEMG. Pelo visto estes valores não estão sendo repassados para a autarquia estadual.

A mesma prática vem ocorrendo com outros repasses para os municípios e as dívidas do estado aumentam a cada dia. Os prefeitos reclamam da retenção dos recursos diante de uma demanda cada vez maior da população.

O Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), o único de Pará de Minas, vinha atendendo aos pacientes conveniados ao IPSEMG normalmente. Porém, a conta não está fechando e a partir desta sexta-feira, 10 de agosto, tomará uma decisão drástica.

De acordo com Paulo Duarte, secretário municipal de Saúde, a lei exige a comunicação ao IPSEMG do fim dos atendimentos com 30 dias de antecedência. O procedimento foi feito e não houve uma resposta:


Paulo Duarte
fimconvenioipsemgpauloduarte1

O órgão depende de repasses do Governo de Minas Gerais para arcar com os custos. Esse envio de verbas não está sendo efetuado e por isso a situação ficou insustentável para atender aos pacientes.

O hospital de Pará de Minas também não recebe recursos da chamada Rede-Resposta há pelo menos seis meses. O montante não repassado pelo estado já chegou a R$ 1,2 milhão:

Paulo Duarte
fimconvenioipsemgpauloduarte2

Os usuários do IPSEMG que precisarem de atendimento médico poderão procurar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas e receberem assistência pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE