Não sabe o que fazer para evitar e como tratar acnes e espinhas? Dermatologista dá dicas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Todo mundo em algum momento da vida tem ou terá acne, inflamação de um folículo que causa desconforto em muita gente. O excesso de oleosidade na pele deixa os poros obstruídos aumentando a proliferação das bactérias, daí surgem os cravos. E quando tem a inflamação vem a espinha.

Durante a puberdade os níveis hormonais ficam elevados o que estimula a pele a produzir mais sebo, aumentando as espinhas e cravos no rosto.

Antes uma pele com espinha ou acne era sinônimo de sujeira, o que foi desmistificado há anos por especialistas. As inflamações são causadas principalmente por hormônios, medicamentos como corticoides e andrógenos e alimentação. Sim, dependendo da dieta, pode favorecer o aumento das erupções na pele, como o consumo excessivo de produtos lácteos e alimentos ricos em carboidratos como pães, biscoitos e batata frita.

A dermatologista Carolina Lamounier destaca que a acne é comum especialmente nos adolescentes, e é preciso tratar para evitar marcas futuras:


Carolina Lamounier
carolinalamounieracne1

Carolina Lamounier ainda destaca a importância de não espremer cravos e espinhas, pois além de contaminar a área com bactérias que estão nas unhas, pode deixar marcas que são difíceis de apagar.

Além disso, os adultos devem ficar atentos às acnes que surgem com o passar dos anos. Elas são diferentes das espinhas comuns nos adolescentes e é preciso investigar as causas:

Carolina Lamounier
carolinalamounieracne2

Quanto ao tratamento, há várias formas de acabar de vez ou pelo menos minimizar a acne. Uma das opções é um medicamento cujo principal ativo é a isotretinoína, o famoso Roacutan, temido por uns e adorado por outros.

Segundo a dermatologista cada caso é analisado individualmente e o profissional é o responsável por definir qual tratamento é o mais indicado. O paciente recebe todas as informações de prós e contras dos remédios e opta pelo que melhor atender suas necessidades:

Carolina Lamounier
carolinalamounieracne3

Há ainda formas naturais de evitar o aparecimento da espinha e da acne. Não há comprovação científica que estes tratamentos realmente cumprem o papel, mas não custa tentar e não faz mal à saúde, pois são naturais.

O óleo de peixe ajuda a combater o envelhecimento e melhora a circulação, com isso o ômega 3 mantem a pele sempre nova e limpa.

Produtos à base de vitaminas C e E acalmam a pele, tendo ainda efeito anti-inflamatório.

O zinco oral, encontrado em castanhas do Pará e gérmen de trigo, também ajuda a acalmar a pele irrita.

Proteger-se do sol é essencial, por isso é importante não esquecer o protetor solar.

Evitar pressionar a pele também é importante. Quem é propenso à acne, deve proteger a pele do contato com telefones, capacetes, correntes e mochilas, por além de irritar o rosto, coloca em contato com microrganismos.

Cutucar e apertar a área afetada também não é recomendado, uma vez que podem aparecer ainda mais acnes ou cicatrizes na pele.

Procurar um profissional qualificado é a melhor opção para prevenir e tratar acnes e espinhas. A dermatologista Carolina Lamounier atende na Clinmed Medicina Especializada, localizada na Avenida Presidente Vargas, 164, Vila Raquel, em Pará de Minas. Consultas podem ser agendadas pelo telefone é o (37) 3231-6020. A Clinmed oferece descontos especiais para associados Jadapax Cuidar e atende usuários dos convênios Unimed e Amil.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!