Superintendente da Águas de Pará de Minas diz que é muito cedo para pensar em construir nova captação

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Com objetivo de avaliar os impactos e discutir ações necessárias os membros do Comitê de Gestão e Avaliação de Resposta ao Desastre provocado pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho, se reuniram pela primeira vez em Pará de Minas nesta quinta-feira, 7 de fevereiro.

Após o encontro o prefeito Elias Diniz (PSD) admitiu a possibilidade de construção de nova adutora para captar água e abastecer a cidade. Disse ainda que poderia ser usado dinheiro da Vale, bloqueado pela justiça para executar as obras.

Depois o gerente de Regulação da Agência Reguladora de Água e Esgoto de Pará de Minas (ARSAP) Frederico Mendes Amaral disse acreditar nos representantes da Vale que estão dispostos a bancar esta nova captação.

Mas o superintendente da concessionária Águas de Pará de Minas Thiago Contage Damaceno, uma das partes mais interessadas em abastecer o município com água de qualidade, afirma que é muito cedo para pensar na execução de um investimento dessa envergadura:

Thiago Contage Damaceno
thiagonovaadutora1

Da mesma forma o superintendente diz que não é o momento adequado para cobrar da Vale uma indenização pelos danos causados, mesmo considerando o alto investimento que a Águas de Pará de Minas fez para construir o Sistema de Abastecimento Paraopeba:

Thiago Contage Damaceno
thiagonovaadutora2

Reafirma que o Ribeirão Paciência e Córrego dos Paivas, mananciais onde está sendo feita a captação de água para abastecer Pará de Minas, apresentaram boa recuperação após as últimas chuvas. Mas não dá para precisar até quando eles suportaram a demanda da cidade, juntamente com os poços profundos, porque esse fator depende de condicionantes, como a situação climática:

Thiago Contage Damaceno
thiagonovaadutora3

Outra preocupação repetida por ele se refere ao armazenamento de água por parte dos cidadãos, mesmo com o abastecimento normalizado. O receio é que aumente os focos do mosquito transmissor da Dengue:

Thiago Contage Damaceno
thiagonovaadutora4

Confirma que a concessionária Águas de Pará de Minas constatou aumento no consumo de água, o que leva a crer que as pessoas estão preocupadas e armazenando água. Para ele, isso se deve a maneira como as pessoas estão recebendo e interpretando as notícias sobre a suspensão de captação de água no Rio Paraopeba em virtude da contaminação causada pela tragédia da Vale:

Thiago Contage Damaceno
thiagonovaadutora5

O superintendente da concessionária Águas de Pará de Minas Thiago Contage Damaceno também participou nesta quinta (7) da reunião do Comitê de Gestão e Avaliação de Resposta ao Desastre provocado pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!