Prefeito recomenda isolamento domiciliar, pois Saúde “não aguentará atender pacientes” durante pico da doença

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o decreto que classificou a situação de Pará de Minas como Emergência em Saúde Pública, o Município vem tentando medidas para conter o avanço do novo coronavírus (COVID-19) na cidade além de preparar a área da Saúde para enfrentar futuros pacientes com a doença.

Ascom Prefeitura de Pará de Minas/Divulgação

O prédio onde funcionava o Pronto Atendimento (P.A.) no bairro Senador Valadares é agora a unidade que atenderá pacientes com sintomas gripais, considerados também casos suspeitos da COVID-19. O local foi revitalizado às pressas e conta com 10 leitos do Centro de Tratamento Intensivo (CTI).

O Município também já providenciou mais 10 novos leitos no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), que possui outros 10 para tratamento intensivo.

Ascom Prefeitura de Pará de Minas/Divulgação

Além disso, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Dom Bosco será preparada para outros 20 leitos. Estes sob coordenação do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Pará (Cispará) que montará uma unidade sentinela em Pará de Minas e outra em Nova Serrana.

Segundo o prefeito Elias Diniz (PSD), tudo está sendo preparado como forma de prevenção e todos os leitos instalados são equipados com respiradores:

Elias Diniz
eliasdleitresp1

Voltou a frisar a importância do isolamento e do distanciamento social. O Município não tem testes para diagnóstico e o prefeito destaca que Pará de Minas serve de referência para a região:

Ascom Prefeitura de Pará de Minas/Divulgação

Elias Diniz
eliasdleitresp2

Quanto ao comércio, o prefeito garante que é preciso restringir o acesso para conter o avanço do vírus. Disse ainda que durante o pico da doença, o Município não conseguirá atender todos os pacientes:

Elias Diniz
eliasdleitresp3

Ascom Prefeitura de Pará de Minas/Divulgação

A unidade instalada no prédio do bairro Senador Valadares já está pronta para atender pacientes com sintomas gripais. A custeada pelo Cispará, que atenderá usuários da região, será implantada nas próximas semanas.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!