Enxurrada leva lama e muito transtorno para os comerciantes da Avenida Presidente Vargas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


Basta cair uma chuva mais forte para aparecerem os problemas de drenagem em alguns pontos de Pará de Minas. A parte mais baixa da Avenida Presidente Vargas é um dos lugares mais afetados pela força das águas.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter


O solo impermeabilizado pelo asfalto da via e o concreto das edificações impede que a água se infiltre. Com isso, a enxurrada passa pelas redes pluviais antigas que não suportam tanto volume e acabam transbordando.

O problema de drenagem vem se arrastando há anos e provocando muitos prejuízos para moradores e empresários daquela região da cidade. Os transtornos também ocorrem porque espalham diversos materiais.


Entulhos, materiais de construção, galhos de árvores e lixo jogado nas ruas provocam o entupimento das galerias. As áreas mais baixas transbordam e resultam em invasões a casas e lojas.

Paulo Henrique da Costa, funcionário de um sacolão na Avenida Presidente Vargas, afirma que toda vez que as chuvas são mais intensas os problemas acontecem. O trabalho é dobrado para que o estabelecimento comercial esteja limpo e higienizado para atender aos clientes:

Paulo Henrique da Costa
paulohenrique_chuva

Francisco Júnior, diretor de Meio Ambiente e Obras da prefeitura de Pará de Minas, informa que foi preciso desobstruir uma passagem do Córrego Água Limpa porque uma árvore caiu no local e represou as águas:

Francisco Júnior
francisco_junio_chuva

Na Avenida Alano Melgaço, próximo ao Cine Café, o muro de uma empresa de tecidos caiu com a força da enxurrada. Na Escola Estadual Professor Wilson Guimarães, o muro também não suportou as águas e uma parte desmoronou.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!