Mais de cinco mil paraminenses conseguem cadastrar para restituição da Copasa; pagamento inicia em breve

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde segunda-feira, 2 de março, os paraminenses tentam o ressarcimento de valores pagos à Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) entre setembro de 2012 e abril de 2015. É que após uma ação do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) através da Promotoria de Meio Ambiente da Comarca de Pará de Minas, a Copasa está obrigada a pagar os 40% pagos a mais nas contas de águas dos proprietários de imóveis da cidade.

Segundo o MPMG, não há embasamento legal para a cobrança, que mesmo após pedidos formais, foi feita por 30 meses. Após recorrer da decisão, o resultado final foi divulgado em novembro do ano passado. Ao Portal GRNEWS, o promotor Delano Azevedo Rodrigues explicou que mais de 34 mil consumidores seriam ressarcidos.

Mas somente em fevereiro que foi marcada a data oficial para início dos cadastros, ressarcimento e abertura de um posto de atendimento da Copasa na cidade para ajudar a tirar dúvidas de clientes.

A data marcada foi 2 de março. Na segunda-feira, desde bem cedo, muitos consumidores acessaram o site mas ainda não havia a opção de cadastro. Foi somente no fim da manhã que o link foi liberado pela estatal.

O consumidor deve fazer o acesso na página da Copasa, clicar na opção “Devolução Pará de Minas” e cadastrar os dados pessoais e a conta bancária. Caso não tenha conta em banco, é agendado o dia para comparecer ao posto de atendimento onde será feita uma Ordem de Pagamento que será disponibilizada em até 15 dias úteis.

Durante todo o dia o Portal GRNEWS recebeu ligações e mensagens de consumidores que não conseguiram fazer o cadastro, a página deu erro ou as informações não vieram como o prometido pela estatal.

A reportagem também apurou que paraminenses estavam cobrando R$ 5 para cadastrar quem não havia conseguido pelo site. A divulgação era em redes sociais e grupos de WhatsApp e ainda não há informações precisas se estas pessoas fizeram os cadastros pelos meios legais.

As dúvidas continuam porque os e-mails ainda não chegaram às caixas de entrada, como prometido pela Copasa, e os consumidores não tem informações sobre quanto e quando vão receber a restituição.

Para ajudar os paraminenses, o Portal GRNEWS fez contato com a Copasa. A assessoria de imprensa da estatal informou que após ajustes no sistema, atualmente ele se encontra estável e recebendo cadastramentos e agendamentos.

Somente nos três primeiros dias, mais de cinco mil cadastramentos foram realizados, o que totaliza 15% do total de devolução. Além disso, outros 400 agendamentos foram feitos.

A empresa disse ainda que as informações serão enviadas em até cinco dias úteis para o e-mail cadastrado e os valores não são informados durante o cadastro para manter a privacidade do cliente e ainda evitar fraudes.

O posto de atendimento começa a funcionar no dia 16 de março de 2020.

Veja a íntegra da nota da Copasa enviada ao Portal GRNEWS

A Copasa informa que, após ajustes necessários no sistema para atendimento específico do processo de devolução de valores referentes à tarifa de tratamento de esgoto em Pará de Minas, o sistema está estável e recebendo normalmente os cadastramentos e/ou agendamentos dos moradores da cidade.

Nos três primeiros dias, já foram realizados mais de 5.000 cadastramentos com a informação das contas bancárias para depósito dos valores a serem restituídos, representando mais de 15% do total das devoluções. Além destes, também foram realizados mais de 400 agendamentos para atendimento na agência, que entrará em funcionamento, a partir do dia 16/03/2020, em Pará de Minas.

A Copasa informa ainda que, para manter a privacidade de cada consumidor, e evitar possíveis fraudes e utilização indevida das informações, os valores apurados não serão informados no site. Fica facultado ao consumidor que discordar de tais valores e ingressar com a execução individualizada do crédito que julgar necessário.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!