Quer comprar na Black Friday? Então monitore preços desde agora para não pagar a metade do dobro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O fim do mês de novembro é famoso nos Estados Unidos onde já virou tradição a Black Friday, uma sexta-feira repleta de promoções. O Brasil copiou a ideia e realiza também por aqui um dia com preços bem abaixo dos praticados durante todo o ano.

Porém, há empresas que não correspondem aos anseios dos consumidores. Há relatos na internet de lojas que aumentam os preços dos produtos semanas antes e na Black Friday o valor volta a ser o que era antes, configurando propagando enganosa.

Já virou chavão entre os consumidores durante a Black Friday no Brasil a frase: “você paga a metade do dobro”. Muitos argumentam que algumas lojas dobram os preços e na promoção anunciam que estão vendendo pela metade do preço. Mas quem monitora com antecedência, sabe que o preço com o desconto é o mesmo que custava o produto dias antes da Black Friday. Mas nas últimas edições este cenário tem melhorado e muitos lojistas estão oferecendo descontos reais. Por sinal, estes vendem mais porque jogam limpo com o consumidor.

Para que o consumidor faça um bom negócio o Procon dá algumas dicas importantes. Entre elas começar a monitorar o preço do produto que deseja comprar a partir de agora, um mês antes das famosas promoções.

Sobre esta promoção a reportagem do Portal GRNEWS conversou com o coordenador do Procon de Pará de Minas, Bruno Soares de Souza. Ele explica que o consumidor deve começar a fazer a lista de compras agora e iniciar a pesquisa, tanto na loja física quanto na online:

Bruno Soares de Souza
brunosoaresblack20191


Muitas empresas utilizam a promoção, segundo Bruno de Souza, como fachada, enganando o cliente que procura preços mais baixos. Daí a importância de pesquisar semanas antes para saber se realmente os valores estão menores:

Bruno Soares de Souza
brunosoaresblack20192

Outra dica do Procon é quanto ao valor à vista e parcelado, que pode sofrer alterações desde que o estabelecimento deixe bem claro para o cliente:

Bruno Soares de Souza
brunosoaresblack20193

A Black Friday acontece no dia 29 de novembro. No ano passado a promoção foi chamada até de “Black Fraude” pela quantidade de reclamações que surgiram. Segundo o Reclame Aqui, site que de reclamações contra empresas e que testa a reputação das mesmas, em 2018 as principais queixas dos consumidores foram propaganda enganosa, divergência de valores e problemas para finalizar a compra.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!